Pausa viu: A Maldição da Residência Hill (2020)


Sinopse: Segunda temporada da série antológica "A Maldição", criada por Mike Flanagan para a Netflix, que teve A Maldição da Residência Hill como a primeira temporada.
Em A Maldição da Mansão Bly, a jovem Dani Clayton (Victoria Pedretti) é contratada por Henry Wingrave (Henry Thomas) para trabalhar numa enorme e antiga mansão, cuidando de seus dois sobrinhos órfãos. Mas tudo se complica quando os irmãos Flora (Amelie Bea Smith) e Miles (Benjamin Evan Ainsworth) começam a apresentar um comportamento estranho. A história se passa na Inglaterra de 1987 e é inspirada no conto "A Volta do Parafuso".


Como já dizia a Flora a personagem da série: “ Simplesmente esplêndido!” 

Ao contrário da primeira temporada, também é ambientada em uma mansão, onde há muitos sustos, aparições de fantasmas e muito mais horror. Na segunda temporada, achei mais “leve”. Porém, o que é visto e explorado é essa questão do medo que a mansão proporciona, saber se é real tudo o que acontece, as pessoas ... .ou são apenas lembranças dos moradores da mansão. 

Acredito que a segunda temporada chama a atenção para vários detalhes, algumas vezes eu parei algumas cenas e percebi que havia algum fantasma na casa. É tão rápido, você pensa se seu cérebro pregou uma peça, porque você ficou com medo e ansioso de aparecer algo, principalmente como explorado a parte da escuridão...tive medo de aparecer alguém na hora que os personagens tem um diálogo, ou cenas muito sugestivas ao susto, mas não acontecia nada, ou uma cena normal aparecia um fantasma...ou a senhora do lago.

Temos personagens como as duas crianças Miles e Flora, Owen o cozinheiro, Jamie a jardineira e Hannah a governanta, no qual é a minha personagem preferida da série, temos Henry, o tio das crianças, a antiga governanta Rebecca, e Peter um ex-funcionário da casa e sócio de Henry. E por fim a babá, chama-se Dani Clayton, o jeito dela parece ser Mary Poppins. 


Miles, Flora e governanta Hannah


Tem outros personagens que ao longo da série aparecem, mas vamos focar nesses por enquanto. Resumindo, a Dani vai trabalhar na mansão para cuidar dos sobrinhos de Henry, ele é um cara que não liga para as crianças. Muitas vezes ele é interrompido em seu trabalho como alguma ligação da mansão, em relação às crianças, mas não procura saber o motivo, volta a trabalhar como se fosse o único objetivo da sua vida. Mesmo a mansão tendo um ar pesado, às vezes parece um lugar normal,quando todos estão na mesa para almoçar, conversando e brincando. Todavia, nem tudo é um mar de rosas...Há vários momentos que os personagens brigam, as crianças mudam de personalidade, em um momento é fofa e depois vira uma pessoa chata e antipática. É bem visível essa mudança em Miles, ele age como se fosse um homem adulto na frente da babá. A única pessoa que ainda não está assustada com a mansão, é a Dani. É questão de tempo para ela perceber que aquele lugar é diferente, ruim...um tanto assustador.




Peter, Dani (babá) e Henry

A mansão tem um lago...lá aconteceu várias coisas. Tudo é visto como algo tenebroso e horrendo. Gosto de dizer que essa série mostra a ambição humana, o amor entre as pessoas, mas geralmente a primeira opção(ambição) fala mais alto, ou melhor, ela mata quem estiver na frente. 

Vamos ver que as pessoas da mansão tem lembranças, isso constrói uma história que aconteceu no passado, o que vemos na casa são fantasmas? Quem é a senhora do lago? Por que não tem rosto? Se o personagem vê a pessoa quer dizer que está viva ou morta? 

Tem um ponto chave na série, cada pessoa que está na mansão tem um motivo de estar lá, eu sei que parece estranho morar em um lugar assim, porém o que houve com eles para morar na mansão, me parece que estão fugindo de algo ou alguém? Algumas perguntas que fiz quando assisti a série. Então,qual seria o seu motivo para morar na Mansão Bly?


Rebecca




Owen Jamie


Não quero me aprofundar muito, porque posso dar spoilers, e vocês podem assistir e tirar suas próprias conclusões. Cada pessoa tem opinião sobre a série, vejo-a como um romance gótico, tendo o terror, o drama também é bem explorado. É visto também as emoções humanas, o medo, a alegria, a tristeza, a perda...e como temos personagens que devemos dizer adeus. É trabalhado o luto, a morte está sempre demonstrada na história. E por sinal, a história toda é narrada. É brilhante! Eu adorei isso, me faz sentir em um roda de amigos ouvindo uma história de terror. Nesse caso, uma história sobre fantasmas ou amor? Para mim, é uma história com vários contextos, não dá para dizer que gênero é. Só sei dizer uma coisa sobre essa série: Simplesmente esplêndido! Até a próxima! 



Depois de assistir a série: 


Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As