Resenha | Encontrada pelo lobo, de Steffanie Holmes


E se seu novo companheiro de trabalho te fala que é um lobo?

Sinopse:
Anna
Fazia cinco meses desde que meu namorado morreu tragicamente em um acidente de escalada. Jurei que não o tinha superado... até que Luke entrou no meu sítio arqueológico.
Alto, moreno, sexy, tatuado, divertido, perigoso. Tudo o que eu queria em um homem.
Mas ele estava escondendo alguma coisa. Agia estranhamente ao luar. Ele não me contou nada sobre a vida dele. E eu o peguei tentando destruir uma descoberta importante.
Meu corpo ansiava por ele, mas meu coração me dizia que eu não estava pronta para me entregar novamente, especialmente não para um cara que não estava sendo sincero comigo.
Mas se apenas ...
Luke
Anna Sinclair – arqueóloga, nerd, totalmente deliciosa.
Eu soube, desde o momento em que seu perfume inebriante invadiu meus sentidos de lobo, que ela tinha que ser minha.
E saber disso era aterrorizante.
A última coisa que eu esperava era encontrar minha companheira predestinada em um sítio arqueológico. Sempre que estava perto dela, tudo o que queria fazer é reivindicá-la.
Mas ela estava destruída. A última coisa que ela precisava em sua vida era de um lobisomem em busca de vingança. O que eu precisava era destruir o sítio, para manter o passado da minha família enterrado para sempre.
Se Anna descobrisse a verdade, ela nunca mais falaria comigo.
Mas eu não podia negar o vínculo entre nós. Faria qualquer coisa para torná-la minha.

Fazia um bom tempo que eu não lia nada paranormal ou com shapeshifter (metamorfo) e foi uma grande surpresa quando a Cherish Books anunciou que trazia a série Lobos de Crookshollow para o Brasil.
Nesse livro vamos acompanhar a Anna, ela é uma arqueóloga que está acompanhando uma pesquisa. Ela abriu mão da chance de estudar no exterior, cuida da mãe, perdeu o namorado em um acidente trágico há uns meses atrás... Tudo vem se acumulando, até que um novo segurança é designado para o local onde ela trabalha, onde ela está cercada de aproveitadores em cima de suas descobertas.
Luke chega para substituir o guarda florestal que estava originalmente designado a acompanhar a exploração do grupo de Anna e daí para frente sua vida não é mais a mesma.
Ele é um shapeshifter e sua família está em Crookshollow há séculos, até que foi expulsa de lá por um mal entendido com humanos. Ele não chegou ao local de trabalho de Anna por acaso. O sistema de cavernas que ela ajuda a explorar já foi lá da família dele e esconde a relação entre humanos e lobisomens.
Mesmo sem saber, Luke foi ao seu destino e Anna é sua alma-gêmea, ou o equivalente no laço entre humanos e lobisomens. A química entre eles é grande e o envolvimento repentino, mas as coisas não podem ser tão fáceis assim, não é? Tem gente querendo o território de Luke e outras forças sobrenaturais rodando o local. Crookshollow é um ímã para criaturas que, até então, Anna considerava mitológicas e de histórias para amedrontar crianças. 
Luke decide esclarecer o quanto pode para Anna sobre suas origens e sobre a história do local e é bem engraçado como Anna, que já é fã de histórias sobrenaturais (ela AMA ler) encara a descoberta do que Luke realmente é. Me lembrou um pouco de em "Breaking Dawn" quando Jacob se revela lobo para o Charlie, sabe?


Acho que qualquer coisa que eu te diga daqui por diante poderia ser spoiler e "Encontrada..." é uma história tão rapidinha e gostosa que eu quero que você se divirta e fique surpresa com cada revelação!
Ah, e se você achar Anna e Luke teimosos... são mesmo!!! 


Encontrada pelo lobo
Lobos de Crookshollow Livro 1
Autora: Steffanie Holmes
Tradução: A.J. Ventura
Editora: Cherish Books
Lançamento: 18 de maio de 2020
Modelo e páginas: E-book / 264 páginas
Compre na Amazon (ou disponível no Kindle Unlimited)
Sobre a Steffanie:
Steffanie Holmes é uma autora best-seller do USA TODAY de romance paranormal sombrio e cheio de vapor. Seus livros apresentam heroínas inteligentes e espirituosas, shifters selvagens, bruxas astutas e machos alfa que conseguem o que querem. Antes de se tornar escritora, Steffanie trabalhou como arqueóloga e curadora de museus. Da Europa da Idade das Trevas às propriedades góticas em ruínas, Steffanie é fascinada por como o amor pode florescer entre os personagens mais improváveis. Ela vive na Nova Zelândia com o marido, uma horda de gatos mal-humorados e sua coleção de espadas medievais.
Renata Pamplona
PUBLICADO POR

"Lendo e resenhando muita coisa da cultura pop. Inevitavelmente Geek e apaixonada por mais personagens fictícios que pode contar." Contato: umapamplona@gmail.com

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As