Lista | Obras, epidemias e pandemias


Obras sobre o fim do mundo. SIM ou NÃO?

NOTA DA AUTORA DO POST: Estou há dias me indagando se escrevo ou não esse post. Na verdade, o post-it original listou filmes de catástrofe e epidemias em 2018, mas por qualquer razão que seja, eu não coloquei no ar,. Em razão de ter visto algumas pessoas falarem que é extremamente insensível listar essas obras, decidir colocar. Veja bem, não estou colocando este post no ar para apenas chocar, mas essas obras já existiam. É importante que por mais que sejam obras de ficção, são obras que falam de sobrevivência, de relações interpessoais, de como lidamos com situações extremas, de vida e morte. A não ser que você, alecrim dourado, tenha uma fórmula para a imortalidade (nem quero! credo.), estamos todos expostos essas situações. 
Cabe a VOCÊ, pessoa ansiosa e sensível, o auto-cuidado de evitar certas exposições a essas obras (e isso vale para o uso de redes sociais). 
Cabe a VOCÊ, leitor e consumidor do audiovisual, a atenção com os possíveis gatilhos. 
Vou te dar um exemplo: eu não gosto de ler obras fictícias sobre glamorizarão da prostituição, romantização de estupro e abuso sexual. Se tiver explícito na sinopse ou tiver na primeira página do livro um aviso de gatilho, eu evito. Não é para mim. Meu cuidado com minha saúde mental é mais importante.
Então vamos entrar em um acordo que se você NÃO quer ler essa lista, pode clicar no X ali no cantinho. Eu não vou ficar chateada. Se cuida e lava as mãos.

FIM DO TEXTÃO. FIM DO TEXTÃO. FIM DO TEXTÃO. 


Então vamos de LISTA!

OBRA: EPIDEMIA
TIPO: FILME
LANÇAMENTO: 1995
SINOPSE: Um médico do Exército e sua equipe lutam para salvar os habitantes de uma pequena cidade americana contra a propagação de um vírus mortal e contagioso trazido da África por um macaco que foi levado de forma clandestina para a Califórnia, nos Estados Unidos. O contágio é rápido e o Exército coloca a cidade sob quarentena. Mas quando um cientista do Exército tenta ajudar a população, ele é inexplicavelmente afastado do caso.
NOTA DA AUTORA DO POST: O primeiro filme que eu assisti do tema há muuuito tempo atrás. Na época, o vírus Ebola tinha deixado um rastro de destruição na África em 1994 e, claro, Hollywood não perdeu a oportunidade de fazer um filme sobre colocando os americanos como salvadores da pátria. 
Aí fica o aviso: há obras e obras oportunistas, ou você nunca viu um filme pós grande tragédia natural (tsunami, terremoto), ataque terrorista (11/09) ou pós-guerra? Acorda, Alice. É o capitalismo agindo.
Ah, e um lembrete importante: Apesar do primeiro caso de Ebola ter ocorrido no final dos anos 70, a vacina só foi aprovada no final do ano passado! A epidemia continua na República Democrática do Congo.

OBRA: RED HILL
TIPO: LIVRO
LANÇAMENTO: 2015
SINOPSE: Para Scarlet, cuidar de suas duas filhas sozinha significa que lutar pelo amanhã é uma batalha diária. Nathan tem uma mulher, mas não se lembra o que é estar apaixonado; a única coisa que faz a volta para casa valer a pena é sua filha Zoe. A maior preocupação de Miranda é saber se seu carro tem espaço suficiente para sua irmã e seus amigos irem viajar no fim de semana, escapando das provas finais da faculdade. Quando a notícia de uma epidemia mortal se espalha, essas pessoas comuns se deparam com situações extraordinárias e, de repente, seus destinos se misturam. Percebendo que não conseguiriam fugir do perigo, Scarlet, Nathan, e Miranda procuram desesperadamente por abrigo no mesmo rancho isolado, o Red Hill. Emoções estão a flor da pele quando novos e velhos relacionamentos são testados diante do terrível inimigo – um inimigo que já não se lembra mais o que é ser humano.
NOTA DA AUTORA DO POST: Carol e eu já falamos exaustivamente sobre Red Hill aqui no Pausa, no podcast Super Literário e em qualquer lugar que possamos evangelizar as pessoas sobre o grande livro da Jamie. É um livro menos sobre a origem do vírus, nem sobre zumbis, mas sobre sobrevivência nesse mundo com pessoas que podem ser tão hostis.

OBRA: CONTÁGIO 
TIPO: FILME
LANÇAMENTO: 2011
SINOPSE: Pouco depois de voltar de uma viagem de negócios, Beth Emhoff morre de uma suposta gripe. Enquanto a epidemia mortal se espalha, os médicos precisam identificar o vírus para conseguir combatê-lo e acabar com o pânico da população.
NOTA DA AUTORA DO POST: O filme ganhou popularidade novamente com a pandemia atual via COVID-19, mas é um filme que passou discretamente pelas bilheterias em seu lançamento, apesar de ter recebido boas críticas de críticos de cinema e cientistas na época. É também o que mais se assemelha a realidade. Nada vem tão fácil em questão de dias (a la Epidemia). O mundo entra em quarentena, tudo pára e o nós aqui, no mundo real, temos que enfrentar a possibilidade de que a vida não vai ser a mesma. Relações podem (e devem) mudar. As interpessoais, dos governo com o povo e de todos com a terra.
REAL? Inspirado no surto de SARS em 2004-2005 e na pandemia de gripe tipo A (gripe suína) de 2009.

OBRA: A PASSAGEM (Trilogia)
TIPO: LIVRO
LANÇAMENTO: 2013
SINOPSE: Quase um século depois que uma pesquisa científica financiada pelo Exército dos Estados Unidos foge do controle, tudo o que resta é uma paisagem apocalíptica. As cobaias utilizadas nos experimentos – prisioneiros a caminho do corredor da morte – escaparam do laboratório e iniciaram uma terrível carnificina, alimentando-se de qualquer ser com sangue nas veias e espalhando por todo o continente o vírus inoculado nelas.
Um em cada 10 habitantes pode ter sido infectado. Os outros nove se tornaram presas desses virais, criaturas animalescas extremamente ágeis e fortes cujos únicos pontos fracos parecem ser a hipersensibilidade à luz e uma pequena área frágil próxima ao esterno.
Em uma fortificação construída nas montanhas, cercada de muralhas de concreto e holofotes superpotentes, uma comunidade tenta sobreviver aos constantes ataques noturnos. Mas a precária estrutura que a protege está com os dias contados: as baterias que alimentam as luzes começam a falhar e uma invasão é iminente.
Não se sabe o que aconteceu ao resto do mundo: a comunicação foi cortada, não há governo e o Exército nunca cumpriu a promessa de voltar. Provavelmente estão todos mortos. Mas a chegada de uma misteriosa andarilha traz novas expectativas: ao que tudo indica, ela tem as mesmas habilidades dos virais, mas não sua necessidade de sangue. Agarrando-se a essa esperança, um grupo parte da Colônia para buscar mais sobreviventes – e a verdade fora dos muros.
NOTA DA AUTORA DO POST: Um livro interessantíssimo! E mais uma vez a ambição mostra do que é capaz. O vírus dizimou o mundo e logo na primeira parte do livro mostra o quão longa a história vai ser: uma jornada de mil anos. A sociedade quebrou e nada é mais o mesmo.
Ganhou uma série que espero que tenha sido (ou seja) cancelada porque fugiu todo o plot original. No primeiro episódio ganhei ranço.

TIPO: LIVRO & FILME
LANÇAMENTOS: 2014 (livro) e 2017 (filme)
SINOPSE: Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de crianças portadoras de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa terrível praga sobre a humanidade.
NOTA DA AUTORA DO POST: Eu amo o livro e fiquei, surpreendentemente, ok com o filme. Não era uma obra de adaptar.
É mais uma obra (literária) que balança para o infectado pelo vírus virando vampiro/zumbi, mas também uma obra onde a protagonista, apesar de não mais reconhecida como humana, é a personagem com mais compaixão e dotada da simplicidade que somente crianças são capazes.
Uma obra que deixa explícita a mensagem: ou você se preocupa com os outros ou morre sozinha.

QUEM NÃO ENTROU NA LISTA, mas vale checar:
- Filmes (e games) Resident Evil;
- Filme Filhos da Esperança;
- Série Literária Trilogia da Escuridão, de Guillermo del Toro e Chuck Hogan;
- Série The Strain, durou 4 temporadas pelo canal FX;
- Filme Os doze macacos;
- Livro A dança da morte, de Stephen King (vai ganhar adaptação para TV);
- Série The Rain, da Netflix;
- Filme Guerra Mundial Z;
- Filme Invasão Zumbi;
- Game The Last of Us, que ilustra nossa capa de post;

Alguma sugestão que não entrou na lista e nem foi citado acima? Deixa aí nos comentários.
Renata Pamplona
PUBLICADO POR

"Lendo e resenhando muita coisa da cultura pop. Inevitavelmente Geek e apaixonada por mais personagens fictícios que pode contar." Contato: umapamplona@gmail.com

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As