Diário de leitura: O inferno de Gabriel - Final


E chegamos ao final! (do livro 1 kkk)

Finalmente chegamos a ùltima parte de #LendoOInfernoDeGabriel, muita gente deve estar se perguntando o porque juntei as duas partes. Quando dividimos a leitura não imaginei que a parte dois fosse se tao difícil de ler, principalmente pelos capítulos enormes, acabou que essa ultima parte passou bem rápido e foi mais tranquilo a leitura, por isso deu para reduzir em um post só.

Basicamente aqui temos a fatídica viagem para casa no dia de ação de gracas e a incerteza de como vai ser tudo, tendo que esconder o relacionamento deles para toda família. Mas aí que todos os conflitos começam e principalmente a constatação de quão ausente foi o pai da Julia em toda historia.

E isso é uma coisa contante, mesmo que em alguns momentos ele tente se redimir com ela, que como sempre subjugada aceita tudo com tranquilidade.


Os acontecimentos nessa parte são bem pesados e vale o aviso de possíveis gatilhos quanto a violência domestica e abuso. 
Finalmente vamos conhecer o culpado pela Julia ter se fechado para o mundo, não já vou avisando que não vamos gostar dele. Simon é um dos personagens que eu mais tenho ranço dos livros que já li e foi bom saber que ele vai pagar por tudo futuramente (nos próximos livros). 

Com tudo que aconteceu manter o relacionamento em segredo foi impossível, e como o temperamento do Gabriel não é um dos melhores, eles estão tentando mostrar para a família que esse relacionamento vai dar certo, e com isso eles vão ficando cada vez mais unidos e cúmplices. 

A partir desses acontecimentos, a história se desenrola mais facilmente até você descobrir qual o segredo do Gabriel que tanto lhe aflige.  E não tem como negar, quando se trata de macho com passado obscuro o Sylvain conseguiu acertar em cheio (Chupa, Érica!). 

E como sempre e de todas as maneiras possíveis a Julia tenta justificar ou de alguma forma tentar acalmar e fazer ele entender que não teve culpa no que ocorreu.



Aí é drama em cima de drama até chegar a uma calmaria na tão sonhada viajem para Florença, mas como eu bem conheço, te prepara para o que está por vir no segundo livro.

Essa leitura coletiva, foi mais difícil do que eu estava esperando, e olha que eu tinha relido recentemente, e cheguei a constatação de que talvez se eu tivesse lido a primeira vez agora, não virasse um dos meus livros favoritos. A leitura no começo foi bem arrastada, e só foi fluir bem no final da segunda metade, então talvez isso seja um problema, principalmente para uma história contemporânea.  Mas também é uma característica do autor, e visivelmente eu consigo ver a evolução dele nos próximos livros, lembrando que O inferno de Gabriel foi o primeiro.

Só de eu ter conseguido ler pela primeira vez ele físico já valeu a leitura, e quem sabe finalmente consigo ler os próximos também físicos, correr atrás de conseguir eles eu já estou.



O Inferno de Gabriel
Sinopse: A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher. Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.
Carol Lima
PUBLICADO POR

Uma fisioterapeuta louca do Skin Care e que está se descobrindo no mundo pós-transição capilar.

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As