Diário de leitura | O inferno de Gabriel - Part. 02


E vamos falar da famigerada parte 2.


Olha gente, nunca pensei que fosse dizer isso, mas Sylvain pra que capítulos tão longos amado? Não precisava de tudo isso não. E é culpa disso que esse post acabou atrasando, eu só consegui finalizar a leitura desses capítulos na quarta no final da noite, aí não rolou soltar o post na quinta.

Basicamente nesse capítulo vamos ver o relacionamento entre Gabriel e Julia se desenvolver um pouco mais, mesmo que isso acabe gerando alguns conflitos principalmente no que diz respeito a  relação aluna e professor. E tivemos a famigerada ceno do Lobby, onde eles acabam ficando mais íntimos do que deveriam. 

Aqui também começamos a perceber a semelhança das falas do livro com os teasers que sairam a pouco tempo, e é por esse motivo que seria um filme e virou uma mini série e três pedaços, as falas e cenas estão iguais as do livro e não queriam cortar nada. Estou com medo? Sim, já que sabemos que são plataformas diferentes e nem tudo da para ser adaptados, mas vamos ver.

Teaser 01: 



Teaser 02:



Nessa meta temos também o tão esperado plot principal da história, vamos combinar que esse primeiro livro é um tanto linear lento e se você não se interessa muito por arte, ou por uma narrativa um tanto quanto descritiva, vai achar bem chato.

Eu lembro que na primeira vez que li, entrei na mesma neura que a Julia de achar que ela tinha imaginado tudo o que aconteceu no pomar. Porquê não é possível esse macho não ter lembrado dela, mas aí você descobre que sim, é bem possível.

E vamos ver uma mudança das atitudes dele muito rápida em relação a Julia e ao relacionamento deles, em contra partida o amadurecimento da Julia durante a história  vai aos poucos ganhando mais destaque, junto com um pouco mais de  auto estima e amor próprio, e possivelmente na próxima meta vamos descobrir quem causou tudo isso nela.


É difícil não comparar com Crepúsculo (já que veio de uma fanfic do mesmo) e com 50 tons, já que as duas obras beberam da mesma fonte. As semelhanças são muitas, desde o "Eu tenho um passado obscuro" (clássico) a "oh deuses dos mestrandos..." (olá deusa interior!kkk), mas vamos relevar já que "O Inferno de Gabriel" é superior cof cof

Bem, nem vou me prolongar muito, já que ainda tenho uma meta longa para cumprir e nessa eu sei que vem muito sofrimento pro meu coração. Até a próxima.

O Inferno de Gabriel
Sinopse: A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher. Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.
Carol Lima
PUBLICADO POR

Uma fisioterapeuta louca do Skin Care e que está se descobrindo no mundo pós-transição capilar.

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As