Sexta Geek | Entre umas e outras, de Julia Wertz


Ser uma artista com seus vinte e poucos na enorme NY...

Sinopse: Nesta inebriante graphic novel autobiográfica, Julia Wertz (criadora da cultuada HQ The Fart Party) documenta o ano em que decidiu ir embora de São Francisco, sua cidade natal, para ganhar as ruas desconhecidas de Nova York. Mas não se engane: esta não é aquela história manjada de redenção da jovem que supera todas as adversidades ou bobagens desse tipo. É um livro pra lá de engraçado – às vezes incisivo, é verdade –, repleto de ilustrações divertidas, de um humor ácido e de muita autodepreciação. De quadrinho em quadrinho, Wertz passa por quatro apartamentos toscos, sete empregos sofríveis, problemas familiares, viagens fracassadas e uma infinidade de garrafas de uísque.

Então... Vamos falar sobre essa HQ que estava encalhada na minha estante há anos.
Agora em 2020 coloquei como uma das minhas metas literárias (pessoais) de ZERAR os quadrinhos que comprei e não li e uma das obras era essa. Eu já tinha lido há um tempo atrás três obras da Nemo que adorei, estão na estante guardadinhas e estão como leituras favoritas e assim fui comprar Entre umas e outras, com muitas indicações dizendo que era ótimo, era incrível, eu precisava ler, era sobre uma jovem artista começando a vida em NY e pensei OK, tanta gente não pode estar errada, não é?
Pois quebrei a cara.
O problema das indicações de outras pessoas é que são feitas em gostos pessoais (tais como as minhas indicações e vivências) e eu não parei para pensar quando comprei. Estava em uma fase shopaholic e simplesmente entrei na onda.

Não é que essa obra não seja para mim. É que talvez ela não seja para a Renata que eu sou agora. Não consigo me relacionar sem me aborrecer com a Julia e parte da sua autobiografia nessa narração. Ela tem vinte e poucos anos, beira o vício do álcool e apesar de já ter morado sozinha em São Francisco, vive irresponsavelmente por NY. Sem emprego fixo, sem freelancers, sem dinheiro e quando tem dinheiro, gasta em porcaria e não tem uma refeição direito. GENTE, PELO AMOR DA DEUSA, QUEM AOS 25 ANOS NÃO SABE FAZER SUPERMERCADO?! 
A melhor definição que tive ao chegar no final da HQ é que Julia está tão envolta no próprio rabo (privilegiada) que FODA-SE o mundo. Me irrita a falta de auto-cuidado com tudo relacionado a si e pode parecer bonitinho para alguns, mas a única parte que achei fofa foi ela achando seu canto (final) em NY. A Julia (personagem ou real? Não sei. Não acompanho a vida pessoal da artista) é o retrato da juventude atual: autocentrada, que não se importa com os outros, mas quer que se importem com eles, que se gaba de ser auto-suficiente (mas que auto-suficiência tem?), que quer ser um floquinho destacado com os bracinhos pra cima "Olha pra mim! Olha como eu sou descolada! Olha como eu brinco de ser adulta!".
Sem tempo, irmã.




Entre umas e outras
Autora: Julia Wertz
Editora: Nemo
Lançamento: 28 de abril de 2016
Modelo / Páginas: Físico / 208 páginas
Compre na Amazon
Renata Pamplona
PUBLICADO POR

"Lendo e resenhando muita coisa da cultura pop. Inevitavelmente Geek e apaixonada por mais personagens fictícios que pode contar." Contato: umapamplona@gmail.com

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As