Resenha | Entre o certo e o errado, de Leddy Harper


Segura que tem book boyfriend novo na área e ele é tão errado.

Sinopse: O que você faz quando pega o seu noivo com outra mulher? Bem, se você for como eu, vai fugir com um tatuador sexy, com o corpo todo tatuado, que atende pelo nome Wrong.
Então você se casa com ele depois de uma semana.
Esta não é uma história de amor à primeira vista - o amor só entrou na jogada depois que eu estraguei tudo. É a realidade do que é certo e o que é errado quando se trata de almas gêmeas.

Fica logo aqui no começo do post para ninguém dizer que eu não avisei: Alerta de book boyfriend nesse livro! Você corre o risco de se apaixonar por Wrong.
Eu vou te mostrar o que é errado se você me mostrar o que é certo.
Meu primeiro "encontro" com Leddy não deu muito certo. Eu tive diversos problemas com o livro, o que foi uma pena, porque eu cheguei sedenta para ler, mas aqui? Meu amor, eu devorei Entre o certo e o errado
Já tinha ouvido e lido sobre esse tipo de atração magnética, o tipo que você só sente com uma determinada pessoa. Do tipo contra o qual você não pode litar, não importa o quanto tente.
Mercy está meio perdida. Ela chega de surpresa na cidade do namorado e vai tentar encontrá-lo em um bar (a deusa sabe como relacionamento à distância é difícil), mas sabe aquela coisa do "quem procura, acha"? Pois então... Após ter visto o que não queria, ela toma todas e sai pela noite sem destino. Ela havia deixado todas as coisas na casa do noivo. Para onde ir? Eis que tal qual um cavaleiro sem o cavalo branco, Brogan passa em seu caminho.
A Mercy parece não ter um pingo de auto-preservação porque ela topa ir pegar suas malas na casa do ex (?) e passar uns dias na casa de Brogan. Alô, mana! ELE É UM ESTRANHO, mas ponto para ficção e vamos ignorar esse "detalhe".
O amor existe desde antes de você descobri-lo; o resto cabe apenas à paixão.
Esse livro tem um assunto que está sempre indo e vindo: almas-gêmeas. Você acredita? Se sim, acredita que existe uma e só uma para você? Acredita que, nesse conceito, a pessoa tem que se relacionar somente romanticamente e sexualmente com você para ser sua alma-gêmea? Bem, eu amei como a Leddy vai desenvolvendo o conceito e o expandindo. 
A atração entre Mercy e Brogan é uma montanha-russa entre o quente e o fervendo. Não adianta eu mentir para você, é um livro hot sim, mas a escrita da Leddy aqui... Ela estava inspirada confabulando sobre amor, paixão, sexo e romance.
Libere todas as suas esperanças e sonhos para o universo, o mais alto que puder, e confie que eles não desmoronarão.
Só que quando as coisas acontecem rápido demais, aí tem, não é? Pois então... Eles passam uma semana juntos e BAM: se casam no impulso. 
PÁRA. FREIA AÍ.
Lembrando que Mercy estava NOIVA.
Após o tempo que ela devia passar aqui, ela volta à sua cidade. Para você entender o tamanho do problema, eu tenho que te explicar algo: ela nunca terminou com o noivo. Só viu a traição, encheu a cara, foi embora do bar e conheceu Brogan. Aí foi pegar as coisas na casa do ex, deixou o anel de noivado e um bilhete. O cara era tão tão maravilhoso que não foi se tocar de que estava sem a noiva até dias depois e achar o bilhete... Vai vendo.
Bem, Mercy voltou para sua cidade natal para pegar suas coisas e começar um novo emprego lá na cidade de Brogan (e do ex noivo), morando com Brogan. Quem casa quer casa, não é? Pois assim Mercy e Brogan ficaram um bom tempo. Tentando se achar como casal, como indivíduos, com essa nova realidade.
Ah, tem um outro porém. Brogan não é um qualquer ou sua carreira não é somente ser tatuador. Ele é o artista principal em um relaity show sobre seu estúdio de tatuagem. E deixou meio de lado esse detalhe da Mercy. O problema é que quando ela ficou sabendo, todo mundo que ela não havia contado também de seu casamento ficou. Às vezes é difícil lutar contra algo que parece tão certo, mas tem ondas e ondas tentando te afastar disso.
Nenhum outro homem vivo entenderia como era beijar o céu, pois o céu era meu.
São os pais dela, o ex que ainda atormenta Mercy (ex é que nem zumbi! vem do nada querendo te comer, gente), a insegurança dela mesma, as fofocas que parecem brotar do nada, a ex do Brogan que aparece... AI MEU DEUS, DEIXEM MEU SHIP EM PAZ. Mas calma, Entre o certo e o errado tem aquele selo básico de Felizes Para Sempre.
Entre tormentas, Brogan tem certeza que eles são o tal. O fim. O começo. Tudo. E ele é quem mais luta pelo relacionamento, em mostrar calmamente para Mercy que eles são feitos um para o outro. E por isso ele ganhou um lugarzinho no meu coração.
As tatuagens e piercings (Alô, Anne!) são outros detalhes também. 😵
Ele venerou meu corpo e possuiu minha alma. Reivindicou meus desejos. Marcou meu coração e deixou sua assinatura em cada célula que eu possuía. Eu estava deitada ao lado dele, nua, zonza e saciada. 
Receito esse livro para quem está precisando desesperadamente de uma dose de paixão, aquela louca, devoradora de ar, como toda paixão sabe ter.

Um detalhe: O título original é The Reality of Wright and Wrong, uma brincadeira entre Certo / Right e Wright, sobrenome da Mercy, e Errado / Wrong, o apelido de Brogan. 



Entre o certo e o errado
Autora: Leddy Harper
Tradutora: Bianca Carvalho
Editora: Cherish Books
Lançamento: 25 de Novembro de 2019
Modelo / páginas: Ebook kindle / 354
Compre na Amazon
Sobre Leddy Harper:
Geralmente chama sua escrita de terapia. É mãe de três meninas e publicar seus livros é uma forma de mostrá-las que elas podem fazer o que quiserem e superarem seus medos.
Renata Pamplona
PUBLICADO POR

"Lendo e resenhando muita coisa da cultura pop. Inevitavelmente Geek e apaixonada por mais personagens fictícios que pode contar." Contato: umapamplona@gmail.com

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As