Resenha | Borboleta, de Helena Stein


Até onde você iria para defender quem você ama?

Sinopse: No dia em que Marco mudou para uma nova cidade disposto a recomeçar sua vida, fazer novos amigos não estava em seus planos. E desde que a ruiva da casa ao lado acertou seu nariz com um gancho de lutador, era impossível ignorá-la.
Amar um rapaz com tantos segredos e um passado obscuro era um risco que Kate estava disposta a correr, mas ter Marco em sua vida tinha um preço alto demais. Ela precisava ser tão letal quanto um tiro. E tão forte quanto o aço.
O amor era inevitável.
A separação não era uma opção.
Mas o destino testaria suas escolhas.
As coisas sempre poderiam ficar mais interessantes.

NOTA DA AUTORA: 
Esta obra contém cena de violência e abuso. Não recomendável para leitores sensíveis.
Se você cair, eu caio também.
Depois de um Primeiras Impressões realmente que me deixou impressionada, agora chegou a resenha.
Posso deixar uma NOTA DA RESENHISTA? Bem, pega teus lencinhos, tua comidinha comfort food (é chocolate? chá? pipoca?) para acompanhar a tua jornada porque não vai ser fácil. O gostinho do arquivo recebido pela galera do Polvo do Marketing me deixou sedenta pelo resto da história e quando eu comecei a ler, fiquei imediatamente viciada, como saberia que ficaria.
Nunca havia tido contato com a escrita da Helena, mas tenho a VAGA impressão que não será minha última vez a lendo.
A história de Kate e Marco é um slow burn. Aquela história em que vamos acompanhar o casal por muito tempo até chegar o romance pegação. Aliás, fica aqui outro aviso: Este não é um livro de romance que eu possa descrever facilmente como hot ou de máfia. 
A dor nos faz questionar nossas decisões, nos faz repensar nossas escolhas e se estamos prontos para seguir em frente.
É a história de duas pessoas que passaram a maior parte de suas vidas entrelaçadas e um amor tão verdadeiro que passa a tela do seu kindle. Você se sente envolvida por cada frase e ansiosa por "virar" a página para não perder um pedacinho da vida deles.
Vamos acompanhar desde o fatídico dia em que a família Castellari tem uma perda enorme e Marco e sua mãe se mudam para a pequena Paraíso (Dante, corre aqui!), mas Marco não teria como ter uma vida normal. Ele foi criado para ser o novo chefe da máfia ítalo-americana (basicamente, da Cosa Nostra Americana). Mal chegou a puberdade e já matou, já começou a seguir os passos de seu pai no negócio da família.
Admito que senti muita pena do menino. Ele teve a vida roubada. A tentativa de Eleonor, sua mãe, lhe dar uma vida mais "normal" até foi válida, mas uma vez banhado em sangue... É difícil ver a vida sob outros olhos. E assim Marco conhece a pequena Kate. Dois anos mais nova, irmã de seu novo amigo da vizinhança.
Você não conquistava respeito lidando com ratos, você precisava aprender a domar leões e para isso precisa se tornar um.
Os dois crescem juntos e, a princípio temos um Marco e Kate de inimigos a amigos (finalmente algo que posso descrever o livro como). A cada "peça" que um prega, o outro tem outra pior para apresentar. É divertido, foto e, talvez, o mais normal da vida de Marco seja a presença constante da pequena furacão Kate.
Ele continuava me segurando, oferecendo a si mesmo como o farol luminoso que eu precisava.
Enquanto crescem seus sentimentos um ao outro vão de amizade, ao primeiro e potente amor.
Poderia descrever os dois como yin e yang, mas eles não são opostos e sim complementares. Onde um tem luz, o outro escuridão. Na falha de um, o outro completa. 
Entre amizades, descobertas, tristezas, perdas, amor e ódio, vamos conhecendo sua história e nos apaixonando também até sua maioridade. Marco decide seguir a carreira militar e Kate, dois anos mais nova, fica para trás, mas calma. Nada de separação. O amor dos dois é muito além disso.
Eu estava me sentindo segura em todo esse amor, pois 60% do livro eu estava chorando, amando e me declarando de amor pela escrita da Stein, mas aí foi meu erro: foi me deixar ficar confortável, pois no prólogo você sabe que em algum lugar haverá separação e por aí começa a sua ansiedade.
"AI, MEU DEUS"... O Livro está acabando. Cadê o prólogo? 
GIF real da Helena em seu escritório rindo dos leitores
Éramos fogo e paixão, desejo e desespero, fome e anseio.
Aí, querida leitora, eu te convido a se unir a mim em desespero pela escrita maravilhosa que ela me fez mergulhar, e a continuação? Abril desse ano (assim ela diz). Eu que lute chorando com aquele final, mas fica a lição final da vida de Kate:
Quando você mente para os outros, está mentindo para si mesma.
MAIS UMA NOTA DA RESENHISTA: Sucesso, Stein. Tu vai longe.

Borboleta
Série Paraíso - Livro 0.5
Autora: Helena Stein
Editora: Independente
Lançamento: 2019
Modelo / Páginas: Ebook / 447 páginas
Compre na Amazon
Sobre a Helena:
Nascida em 1989, Helena Stein é escorpiana, paulista, estudante de psicologia, leitora voraz e uma romântica incurável.Sua carreira como escritora começou quando se aventurou no universo das fanfics de Harry Potter, mas em determinado momento as asas de sua imaginação ficaram maiores e seus próprios personagens exigiram que fossem compartilhados com o mundo. "Além das Consequências" foi seu romance de estreia, escrito em parceria com a autora Andy Collins e lançado pela Editora The Gift Box. Conheça mais em seu site.
Renata Pamplona
PUBLICADO POR

"Lendo e resenhando muita coisa da cultura pop. Inevitavelmente Geek e apaixonada por mais personagens fictícios que pode contar." Contato: umapamplona@gmail.com

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As