Vi na Netflix | ELI



Sinopse: Eli (Charlie Shotwell) está sendo submetido a um tratamento para sua doença que é rara e auto-imune e acaba descobrindo que a clínica em que está internado não é tão segura como pensava.



Após o acirramento do mercado de streaming, a Netflix vem procurando maneiras de se manter firme e forte no mercado. Assim, uma das novas apostas do sreaming é a produção de seus conteúdos originais. Como pode se notar com o sucesso de Maldição da Residência Hill, a Netflix vem acertando em algumas de suas produções e assim vem ganhando mais confiança em seus originais.

Eli é um filme norte americano de gênero terror lançado recentemente em seu catalogo. O filme é estrelado por Charlie Shotwell como Eli, mas sem dúvida o grande nome da produção é a nossa querida Sadie Sink, de Stranger Things. Ele é dirigido por Ciaran Foy que tem no seu currículo a Entidade 2.


Eli começa com uma proposta bem Jimmy, o bolha, onde encontramos esse garotinho proibido de viver em sociedade por sua doença autoimune. Então sua família desiste de tudo e vai a esse centro, aonde são feitos tratamentos experimentais de cura para esse tipo de doença. Entretanto ao chegar lá, começamos a perceber que lá não é bem o que imaginávamos.


Assim, Eli começa o seu tratamento e consequentemente começam as aparições. A um dado momento do filme não sabemos se ele tá doido, se os pais são doidos, se as enfermeiras são doidas ou a gente tá ficando doido. E assim a gente vai sem entender nada até o clímax do filme (queria falar mais coisa, mas pode ser torna spoiler).


Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As