Pausa Viu | O Rei Leão (2019)


É o ciclo sem fim que nos guiará ...

Sinopse: Simba (Donald Glover) é um jovem leão cujo destino é se tornar o rei da selva. Entretanto, uma armadilha elaborada por seu tio Scar (Chiwetel Ejiofor) faz com que Mufasa (James Earl Jones), o atual rei, morra ao tentar salvar o filhote. Consumido pela culpa, Simba deixa o reino rumo a um local distante, onde encontra amigos que o ensinam a mais uma vez ter prazer pela vida.

Quando eu lembro de algo marcante na minha infância, uma das primeiras coisas que vem na minha cabeça é "O Rei leão" de 1994 e toda a simbologia que filme teve e ainda tem para quem vivenciou a década de 90.

Quando saiu a notícia de que ele teria um remake em animação super-realista (Sim, animação! Isso não é Live - Action), eu fiquei super empolgada simplesmente porquê iria ver o filme pela primeira vez no cinema. E sinceramente, não me importava todas as críticas que vieram a partir de então.

Quando o fatídico dia chegou, já tinha visto muitas críticas negativas, porém nada que me surpreendesse, eu já estava preparada para o que eu ia ver no cinema, e sinceramente não queria ver animais realistas com expressões de humanos. Me poupe, né?!


Não tem como falar muito da história em si porque simplesmente é a mesma da animação original. E isso eles deixaram bem claro, não ia ter novas reviravoltas e novos plots, você simplesmente ia reviver a experiencia do desenho que marcou a infância de muita gente, só que essa vez em uma realidade virtual. Favreau literalmente te levou direto para as savanas africanas.


Pontos super positivos sobre a nova animação:
  • O efeito de realismo está incrível! Favreau literalmente pegou a formula Marvel e trouxe para esse filme. 
Em certos pontos, você não consegue distinguir o que é real, e o que é computação gráfica. Isso era exatamente o que esperava, viver novamente essa experiência só que dessa vez com leões de "verdade".



  • Muito se criticou do visual do Scar, mas simplesmente está perfeito. Muito mais sombrio e dramático que na animação, a parceria com as hienas ficou simplesmente incrível e muitas vezes assustadora.
Destacando também a dublagem americana, que deu todo o tom mais sinistro desses personagens.



  • Timão e Pumba, contem comigo para TUDO! Eu não me lembrava como eles eram a alma do filme.
Funcional muito bem o visual do Pumba, eles etão perfeitos tanto caracterização quanto a dublagem. Estou apaixonada real. Simplesmente o melhor de todo o filme.



  • A trilha sonora está impecável!
Não deixando nada a desejar da original, eles tiveram o trabalho de dar uma "repaginada" nas músicas da animação, ficaram ótimas.

Principalmente a música da Beyoncé para o filme: "Spirit" é um show a parte e sinto cheirinho de participação no Oscar.
  • Ainda falando de Queen B, apesar das críticas adorei ela como Nala, ela deu uma voz mais carregada e poderosa para a personagem. Mostrou muito bem o peso dos anos sofridos por ela e as outras leoas após a morte do Mufasa.
Mostrou muito bem que ela nasceu para ser a rainha.


Quanto a pontos negativos:
  • A única coisa que mais me incomodou durante toda a sessão foi o Donald Glover.
A voz dele particularmente, não combinou nem um pouco com o Simba, não sei se eu esperava uma voz mais marcante como foi com a Nala, mais em algumas partes ficou um pouco estranho.


No geral a experiencia foi maravilhosa, reviver tudo que passei na infância foi muito emocionante! Definitivamente, esse filme não veio para substituir a animação, mas vai ter seu espaço no coração de todos os fãs.

O Rei Leão
Direção: Jon Favreau
Distribuição BR: Disney
Lançamento: 2019
Duração: 118 minutos
Elenco (legendado):
Donald Glover, Beyoncé Knowles-Carter, Seth Rogen, Chiwetel Ejiofor, Billy Eichner, John Oliver, Alfre Woodard, John Kani, Shenzi, JD McCrary, James Earl Jones
Carol Lima
PUBLICADO POR

Adoro um bom drama, e costumo dizer que se eu não chorar em alguma parte do livro não valeu a pena. Costumo ler de tudo um pouco, porém tenho um fraco por romance.

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As