Resenha | O Beijo do Sol, de Lilian S. Bastidas


“Atrás de mim, dona Vanessa e Marcilaine estavam satisfeitas. Elas finalmente tinham encontrado a décima pessoa que faltava para a excursão de Álvaro, e a viagem para o Templo do Sol nas terras de Serkong Trin aconteceria em menos de duas semanas.”


Sinopse:
Ela salta sobre o mundo e ninguém sabe seu nome, embora seja uma pessoa normal, das que usam camisetas velhas para dormir. Viajando, ela conhece o inigualável Templo dourado, os seres da natureza, o absoluto que chega na tragédia, os monges (monges que também são homens), os deuses das crianças órfãs, as visitas da morte e do amor, a fera no sexo da mulher nua. Floresta, praia, metrópole... Por qual espaço ela transita? Não é pela realidade das coisas – embora o seja – nem pelo mundo singular das personalidades – embora também o seja. É outro lugar: o centro do coração, o mais óbvio e perigoso reino a ser conquistado. Quem tem coragem para acompanhá-la?




Demorei muitíssimo para terminar de ler esse livro. Foi um grande desafio, por além de ter um clima aventuresco estranho, foi a questão da história não fazer sentido em várias cenas. Faz parte da autora deixar o leitor com curiosidade e ao mesmo tempo com raiva. Gostei do início da história. Mas, o resto. Não achei legal. Tenho que ser bem sincera com vocês, leitoras e leitores. Vamos nos aventurar nesta história que ocorre em um lugar exótico.
No início da história, temos a vida da personagem com a mãe que fazia culto a  sua própria beleza, e tirava o sustento para viver através disso. A moça tem muitos problemas pessoais com a mãe. Até chegar um ponto que ambas estão na falência. Com o tempo a moça vai fazendo tudo por conta própria, limpar a casa, fazer comida e dentre outras tarefas.
Após todo esse período, a nossa aventureira tem um relacionamento com um empresário (eu acho), uma boa relação, por enquanto. Todavia, ele quer ter filhos, e ela não. Com isso o casal tem muitas brigas e discussões. Eles se separam. Ela vai morar em outro lugar.  Com passar do tempo, ela quer viajar. E por estranho que pareça, ela ganha uma viagem do seu ex, agora casado com outra mulher. Só que ela não queria ir para um lugar que todo mundo vai, queria algo diferente. Através de uma desistência de um passageiro para viagem de um lugar exótico, ela acaba tendo interesse de ir na excursão.
Nesta aventura temos de tudo, paisagens lindas, um romance, seres sobrenaturais, alguns aprendizados. Pessoas diferentes, e com bom humor. Temos histórias do lugar exótico, comidas, animais. O templo visitado pelos turistas. Algumas alucinações, que vem da personagem. A história é brasileira, a personagem é do Brasil. E muitas situações acontecem com a personagem. Eu não sei o nome  da nossa aventureira tem nome. Não é dito. A história é narrada na primeira pessoa, às vezes intercalando para terceira pessoa. A minha resenha foi curta, não quero dar spoilers da história, e também porque o enredo não me interessou muito para ler. Mas, é a minha opinião. Fiquem à vontade para ler o livro. Até a próxima.
Com certeza este Gif me representa, após ter lido o livro:



O beijo do Sol
Editora: Pandorga
Lançamento: Outubro/2017
Páginas: 400
Compre na Amazon
Sobre Lílian:
LILIAN S. BASTIDAS é psicóloga clínica, mestre em Psicologia da Saúde. Trabalhou por mais de duas décadas com pacientes soropositivos e, sobre o tema, publicou um livro de contos chamado Intimidade das Flores que aborda de forma fictícia o drama da epidemia no Brasil. Foi professora universitária e escreve desde criança, quando ganhou um prêmio estadual de melhor redação sobre os perigos dos balões. Atualmente, atende em seu consultório na região da Avenida Paulista e é membro da equipe de apoio às vítimas de abuso, RESSALVAS. O Beijo do Sol é seu romance de estreia.
Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As