Vi Na Netflix: IO - Last on Earth

Estamos no caminho para o fim desse mundo?

Sinopse: Enquanto uma jovem cientista busca uma forma de salvar a Terra em colapso, ela conhece um homem que tenta pegar a última nave decolando do planeta.



Sam passa seus dias coletando amostras de água, terra, criaturas vivas, analisando-as, cuidando de suas abelhas, estudando, colocando as gravações do seu pai no rádio e sozinha, muito solitária como uma dos últimos humanos na terra. Não é específico quanto tempo se passou da nossa realidade agora e a do filme, mas alguns fatos são "emprestados" para o filme IO: as abelhas estão sumindo (quem não está preocupado, sugiro uma pesquisa sobre o assunto), a poluição no ar aumentando e matando as pessoas aos poucos, estamos mais poluindo que limpando.
A jovem é filha de um dos mais renomados cientistas que previu o que aconteceria. Sabendo disso, os governos do mundo deixaram a Terra em cem super naves para uma possível colônia, perto de uma das luas de Júpiter. Ela está no seu dia-a-dia normal quando um balão chega onde ela mora, um lugar montado por ela e seu pai, longe das zonas mais poluídas, em uma das ex-metrópoles americanas.


No balão está Micah, um dos últimos humanos também na Terra, que está a procura de Henry, pai de Sam, para levá-lo a última nave que vai partir da Terra em alguns dias. Sam o avisa que o pai está em uma expedição e ele deve esperar. Daí nem preciso dizer que os dois acabam se envolvendo, descobrindo mais sobre os passados um do outro.
Em contagem regressiva, Micah resolve que vai levar Sam para a estação IO e não há espaço para discordância dela, já que não haverá mais ninguém na Terra, e começa uma expedição deles até o ponto de partida da última nave.


Bem, o filme é beeem clichêzinho e, infelizmente, a nossa amiga Netflix ainda não acertou em uma ficção científica nas suas produções originais. IO acaba sendo bem esquecível, apesar de tentar sugestões para problemas muito atuais em relação a poluição e natureza. Por coincidência ou não, no domingo antes de assistir IO, meu padrasto e eu conversávamos sobre exatamente um ponto estudado por Sam e seu pai: o desaparecimento massivo de abelhas no mundo.
A esperança de Sam em conseguir uma resposta para que humanos fiquem nesse mundo é bonita, mas chega a se esticar fragilmente. Salva pela atuação de Margaret, Anthony e a presença marcante de Danny Huston, IO vale a horinha (uma hora e meia de filme) se você quiser se distrair.


IO - Last on Earth
Direção: Jonathan Helpert
Distribuidora: Netflix
Ano: 2019
Duração: 96 minutos
Elenco: Margaret Qualley, Anthony Mackie, Danny Huston
Renata Pamplona
PUBLICADO POR

"Lendo e resenhando muita coisa da cultura pop. Inevitavelmente Geek e apaixonada por mais personagens fictícios que pode contar."

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As