Resenha: A Rainha Domada - Philippa Gregory



“ Então ergue os olhos para os aposentos do rei e cumprimenta com a cabeça um conhecido que está na janela. - Porque eu te amo desesperadamente. Porque não consigo dormir pensando em você. Porque sinto meu corpo queimar de desejo por você. Porque não ouso olhar para você, pois, se olhasse, todos os homens e todos as mulheres da corte veriam isso em meus olhos. ”

Sinopse: Da dama do romance histórico, uma trama de disputas, intrigas, paixão e traição na Era Tudor. No verão de 1543, a Inglaterra celebra a ascensão de uma nova rainha. Depois de se tornar viúva de seu segundo marido, Catarina Parr recebe com hesitação o pedido de casamento do rei Henrique VIII. Contudo, ela sabe que não tem escolha e se vê obrigada a abandonar seus planos de finalmente se casar por amor para subir ao trono. Catarina não tem dúvidas do perigo que está prestes a enfrentar; afinal, vai se casar com um rei que matou duas de suas ex-esposas. Mas Henrique a adora, e ela aos poucos conquista sua confiança. Porém, uma conspiração faz com que a ira do rei se volte contra ela, e a punição para heresia e traição é a morte.

Nesta resenha temos romance histórico de uma rainha. E o melhor, com fatos reais. Philippa Gregory nos mostra a vida da última rainha do Rei Henrique VIII. Não era um conto de fadas. Catarina Parr viveu dias terríveis com sua majestade. Era uma vida entregue ao Senhor, porque o que essa mulher fez, e o quão a sua inteligência ajudou a sobreviver em um reinado cheio de ódio e de mentiras. Pegue sua coroa, sente-se no trono, e sinta-se no reinado do Rei Henrique VIII juntamente com sua rainha Catarina Parr. 

O começo da história temos um jovem casal Catarina e Thomas, que tem planos para casar. Porém, um outro pedido de casamento fora feito para ela. Nada mais e nada menos que o Rei da Inglaterra, só isso. Catarina aceita o pedido do rei. A vida dela vai mudar completamente. Certo. Mas, e o Thomas? Ele trabalha para o rei e a família dele é bem rica e tem um bom status na sociedade londrina. Então, por quê Catarina não fica com ele? Isso é complicado, porque envolve interesse de ambas as partes ( rei, Catarina e o Thomas), e claro que Catarina não pode negar um pedido do Rei. Se não ela morreria, talvez.


Henrique VIII e Catarina Parr

Tudo parece bom no começo no reinado de Catarina. Ela estuda muito. Vamos colocar pontos muito importantes aqui, estamos no século XVI, e qual a religião que impera nesse período? O catolicismo. Mas, o Rei gosta de ser mais que a Igreja, até mesmo que o próprio Deus. Também vamos ver o “nascimento” de uma religião: o Protestantismo. Tantos estudos que Catarina Parr tem durante o seu reinado deu crédito escrevendo um livro. Mas, como era uma mulher, não podiam dar poder às mulheres naquela época, então ela escreve com nome do rei,assim pedido pela vossa majestade. Nessa brincadeira, ela quase foi morta. E muitas pessoas que foram suas amigas, foram torturadas ou mortas, por ter outro tipo de idéia em relação à Deus. 


Série: The Tudors

Por exemplo, nessa reunião de estudos da Bíblia ou até mesmo a tradução para outro idioma, envolve a interpretação. E muitas pessoas acreditavam que não precisa do padre ou qualquer instituição para falar sobre Deus, podia falar sobre Ele em uma praça pública. Isso é pregado por uma personagem importante na história que sofre muito por isso. Não quero falar mal de nenhuma religião. Tenho respeito pelas crenças de cada um. Nesse livro, peço que não fiquem chateados por certas atitudes das pessoas. Vemos também o limite do ser humano. Temos uma submissão de uma esposa para com o seu marido, no caso Catarina Parr e Rei Henrique VIII. Essa submissão chega a ser assustadora, vai além do respeito, e sim uma certa adoração, porém bem falsa. Henrique VIII é descrito como baixo, gordo, não consegue andar, tem problema na perna que tem um cheiro horrível. Assim é descrito por Catarina. 


Henrique VIII da série The Tudors

É um livro incrível com documentos reais e fictício assim falado pela autora Philippa Gregory. No final do livro tem toda referência bibliográfica de suas pesquisas para escrever essa bela história de uma rainha brilhante. Digo que em certas cenas fiquei aflita pela Catarina, mas torcia muito por ela. Não posso contar mais, se não vocês não vão ler o livro. O final eu gostei. Fiquei triste de como a verdadeira Catarina Parr teve seu final. Tem um trecho da autora explicando sobre a verdadeira rainha no final do livro. Leiam essa história. Cuidado para não ficarem loucos sobre as ideias daquela época sobre Igreja, Deus e dentre outras coisas. Me mantive forte nessas partes. Não tem cenas inadequadas. Lembrando que tem uma série que aborda esse tema do reinado: The Tudors. Essa série é bem inadequada (risos). Pelo menos o rei não é ruim como escrito no livro. Até próxima! 

Depois da leitura: Ficou bom essa coroa? 




A Rainha Domada
Autores: Philippa Gregory
Editora: Record
Ano: 2017
Páginas: 448
Compre na Amazon
Philippa Gregory
Além de se dedicar a escrever romances históricos, Philippa Gregory é reconhecida por seus programas de rádio e televisão. É Ph.D. em literatura do século XVIII pela Universidade de Edimburgo e autora, entre outros, de A rainha branca, adaptado para uma série de TV pela BBC, A rainha vermelha, A senhora das águas e A irmã de Ana Bolena. Este último ganhou as telas do cinema como A outra, uma superprodução estrelada por Natalie Portman, Scarlett Johansson e Eric Bana. Philippa Gregory mora com a família no norte da Inglaterra. Seus livros já ultrapassaram a marca de 1 milhão de exemplares vendidos nos Estados Unidos.
Andrea Machado
PUBLICADO POR

"Sou altruísta, um pouco louca ( do bem), tenho poucos amigos, adoro irritar as pessoas, meu humor é considerado “negro”. "

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As