Lista: Livros para a #PrimaveraFeminista


Vamos de lista para uma #PrimaveraFeminista?

Faz tempo que não faço uma lista, não é? Bem, inspirada no #OutubroLilás e #PrimaveraFeminista em mais um mês de #PausaTodoDia, separei uma lista de livros não só de cunho feminista. Não ache que a palavra é um palavrão, uma palavra feia, mas são livros que mostram momentos fortes de suas protagonistas e que tem momentos e personagens cativantes. Como se tivesse lendo a sua história, a de quem você conhece, a que você já passou ou ainda vai passar.

Bem, a Rupi já é conhecida de quem acompanha o Pausa. Esse ano foi meu despertar com poemas. Inclusive, saí de uma ressaca literária para começar 2018 com ela e o arrebatador "outros jeitos de usar a boca". Aí a Planeta lançou esse ano "o que o sol faz com as flores" e eu estou muito feliz e agradecida de ter tido a oportunidade de ler esses livros. Do auto-conhecimento e descobrimento a problemas familiares, racismo e xenofobia, os dois livros garantem que você se identifique com pelo menos algumas ou várias páginas. 
Leia as resenhas: outros jeitos de usar a boca (compre na Amazon) e o que o sol faz com as flores (compre na Amazon).


Amanda também já é conhecida. Primeiro você começa com Rupi nas drogas dos poemas, o próximo passo é a Amanda. A jovem já tem dois livros no Brasil e eu espero que o terceiro saia até o primeiro trimestre de 2019! São poemas livres, tocantes e sempre puxando para a temática do título como comparação para situações beeem atuais e, muitas vezes tristes e controversas. Afinal, sempre é difícil ler o sofrimento de um personagem, mesmo em uma narrativa "fácil" como poemas.
Mulheres crescem para se espelhar em princesas e crescem para serem comparadas à bruxas. Amanda leva a "transição" a um outro nível em seus livros. Imagine uma borboleta saindo do casulo.
Os dois livros são dos meus favoritos esse ano e têm resenhas aqui no Pausa. Leia-as em: a princesa salva a si mesma neste livro (compre na Amazon) e a bruxa não vai para a fogueira neste livro (compre na Amazon).


O pequenino "Sejamos Todos Feministas" é derivado de um discurso da autora Chimamanda e mostra como o feminismo é necessário para a evolução da sociedade. A nigeriana mostra pontos essenciais para homens e mulheres entenderem sobre aceitação feminina, equidade e autenticidade sem depreciação alheia e sem se aprofundar em vertentes e pautas, isso cabe ao leitor se interessar em saber mais sobre o assunto.
Compre na Amazon.


"O conto da aia", da canadense Atwood, ganhou um boom de vendas no mercado literário por causa da série produzida e distribuída pelo stream Hulu (aqui no Brasil passa pelo canal Paramount, na tv fechada). A distopia não é leitura obrigatória para mulheres apenas por trazer um futuro distante. Para quem acompanha feminismo de perto sabe que questões como a mercantilização do corpo da mulher, o crescente conservadorismo, heterossexualidade compulsória e outras já são realidade e precisam da nossa atenção. Para ler e reler até tomar consciência de que precisamos melhorar, e muito.
Compre na Amazon.

Você acha que faltou algum livro nessa lista? Indicaria mais algum? Deixa seu comentário para gente.
Renata Pamplona
PUBLICADO POR

"Lendo e resenhando muita coisa da cultura pop. Inevitavelmente Geek e apaixonada por mais personagens fictícios que pode contar."

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As