[Resenha]: Milhas de distância - A. B. RUTLEDGE


Uma leitura que vai além do "G".


Sinopse: Faz três anos que Miles se apaixonou por Vivian, uma talentosa e deslumbrante garota transgênero. Dezoito meses desde que uma tentativa de suicídio deixou Vivian em coma. Agora, Miles não tem certeza de quem ele é sem ela, mas sabe que é hora de descobrir como dizer adeus. Após chegar à Islândia com uma passagem só de ida, ele vive enclausurado no seu quarto de hotel. Depois de um pequeno empurrão de Óskar, um local que é tanto cativante quanto misterioso, Miles decide honrar a vida de Vivian fotografando seu sapato favorito vazio nas paisagens surrealistas do país. Cada passo que ele dá, é um ponto dado na ferida aberta de seu coração, assim ele começa a aceitar que o coma de Vivian é irreversível. Narrado totalmente através de mensagens instantâneas para Vivian, esse livro peculiar e completamente fora dos padrões explora o amor, a perda e as distâncias drásticas que às vezes temos que percorrer para seguir em frente
Estou de volta para enaltecer a Hoo editora (não é publi, mas quem me dera!KK), eu comprei "Milhas de distância" com a certeza de que seria mais um livro para me desgraçar o coração (Adoro!), porém fui muito trouxa! 

Rutledge não te trás apenas mais uma história sobre luto, e sim sobre recomeços, redescobertas e principalmente auto conhecimento. Na medida certa, sem exageros ou esteriótipos nós vamos conhecer um pouco mais sobre a sigla LGBTQ+ e descobrir que tudo vai muito além da letra "G".

Miles viu seu mundo desmoronar quando sua namorada Vivian tenta se suicidar e acaba em coma e  dezoito meses depois, se vê em meio ao caos e acaba não se reconhecendo mais e nem a vida que está levando. Vivian era transexual e vivia sérios conflitos com a família que não a aceitava, com isso acabou entrando em uma depressão profunda, levando a cometer o suicídio. 

Acompanhar como a vida de Miles vai se seguindo a partir do momento que ele "desiste" de lutar por Vivian que é o começo da história. Você não vai conhecer profundamente como era a vida deles antes, e sim como vai ser a dele depois de tudo.

A história é contada por meio de mensagens de texto que Miles envia para Vivian ainda em coma, em algumas relembrando como eles eram e em outras contando como a sua vida está no momento.


Ele foi mandado para a Irlanda pelas mães, para respirar novos ares e tentar dar um novo rumo na sua vida. Ele vai enfrentar problemas por consequências de algumas escolhas que fez, porém vai ver em Óskar o gerente do Hotel em que está hospedado, um amigo que futuramente pode virar algo mais.

Miles é assumido pansexual e no decorrer da história, você vai ver como ele não vai ter pudor e nem vergonha de se envolver com qualquer pessoa (algumas vão deixar ele em maus lençóis). 

Como eu disse no começo esse livro é sobre uma jornada que Miles vai ter que percorrer para se redescobrir, a vida dele sempre foi ao redor de Vivian. Mas e agora? Que ele não é mais a pessoa por trás dela, quem ele é? O que ele quer fazer? Quem ele quer ser?

Milhas de distância foi uma leitura muito gostosa de se fazer, simples e em alguns momentos bem divertida.

Milhas de distância
Autor(a): A. B. RUTLEDGE
Editora: Hoo Editora
Ano: 2018
Livro físico:272 páginas
Compre na Amazon
A. B. RUTLEDGE
A.B. Rutledge é oculista, moradora do Missouri. Amante de música alternativa dos anos 1990, a jovem também escreve histórias como Milhas de Distância, em suas horas vagas. Esse é o seu primeiro livro.
Carol Lima
PUBLICADO POR

Adoro um bom drama, e costumo dizer que se eu não chorar em alguma parte do livro não valeu a pena. Costumo ler de tudo um pouco, porém tenho um fraco por romance.

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As