[Resenha]: Moletom - Julio Azevedo


p.s: aquele "eu te amo" foi tão sincero que nem precisou de palavras pra ser dito.


Sinopse: Em "Moletom", Julio Azevedo — o jovem autor da página de mesmo nome do Facebook — mostra, por meio de uma narrativa envolvente e ilustrações poéticas, que não adianta tentar fugir dos problemas: eles nos perseguem até que os encaremos de frente. Seu protagonista, Pedro, está fugindo de algo. Ele acaba de chegar em uma nova cidade, onde ficará hospedado na casa da tia por algum tempo, e essa mudança representa para ele um recomeço, um escape de algo que está causando uma grande angústia. Assim que chega a esse novo ambiente, no entanto, ele conhece Lucas, um garoto que despertará exatamente os sentimentos que ele estava tentando evitar.
Sabe aquele leitura que te deixa de coração quentinho? Te faz pensar que nem de finais felizes se fazem os livros, mas de pessoas que são importantes em um determinado momento da sua vida. Que aquele amor pode ser passageiro, ter prazo de validade e hora certa para acabar mas pode ser marcante, intenso e importante para o momento que você está vivendo.

Julio não se preocupa em te explicar o porque Pedro está fugindo, ele te joga no caos que está a vida do jovem, de uma forma simples e muito poética.

Pedro precisa recomeçar, onde não tenha julgamentos, porém tudo está meio confuso sentimentos, idéias e principalmente qual realmente é o seu lugar.

“Encarar um recomeço não como uma perda, mas como uma oportunidade de não repetir os mesmos erros é o que vem me ajudando a seguir em frente."


Em meio ao caos ele conhece Lucas em uma cafeteria, eles se tornam amigos e confidentes. No meio de toda a confusão ele vê no jovem um refúgio e se depara com a amizade começando a virar algo mais.

Ser a ancora um do outro mesmo que seja por um momento passageiro, muitas vezes é o importante em uma relação. Mesmo sabendo que o relacionamento dos dois um dia teria que acabar, eles não se podam, se jogaram de cabeça.

"Às vezes a vida nos afoga, e tudo que precisamos é de uma mão para nos puxar para fora do mar".

Mesmo em um livro tão pequeno, Julio consegue te envolver na história, onde a maioria das vezes é narrada pelo Pedro, e quando passamos para capítulos em que ouvimos e vimos a "voz" do Lucas sobre os acontecimentos, toda a angustia dele também é passada para nós. Sobre um novo relacionamento, aceitar a sua opção sexual e principalmente não dar ouvidos as opiniões de terceiros.

Confesso que o que me chamou mais atenção sobre o livro, é como a narrativa do autor se construiu nessa história. Ele te dá uma narrativa propriamente dita em boa parte do livro e em pontos importantes, te agracia com ilustrações, citações e algumas vezes em quadrinhos sempre com diálogos e pensamentos muito poéticos. 


Moletom é um livro simples e fácil. Sabe aquele carinho que seu coração precisa? Com uma leitura descomplicada e muito atual. Espero que você dê a esse livro a chance de ganhar o seu coração, nem que seja uma única vez. Depois vem contar aqui o que achou. Bjs


Moletom
Autor(a): Julio Azevedo
Editora: Globo Alt
Ano: 2017
Livro físico/168 páginas
Compre na Amazon
Julio Azevedo
Julio Azevedo tem 18 anos e mora em Natal, no Rio Grande do Norte. Desde 2016 administra a página Moletom no Facebook, onde compartilha seus desenhos, ideias e poesia.
Carol Lima
PUBLICADO POR

Adoro um bom drama, e costumo dizer que se eu não chorar em alguma parte do livro não valeu a pena. Costumo ler de tudo um pouco, porém tenho um fraco por romance.

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As