20 março 2018

Folheando: Extraordinárias, da Companhia das Letras


Você conhece as mulheres que fizeram parte e as que estão escrevendo a história do Brasil? Elas são EXTRAORDINÁRIAS.



Título: Extraordinárias
Lançamento: Novembro / 2017
Autoras: Duda Porto de Souza e Aryane Cararo (Várias ilustradoras)
Editora: Companhia das Letras (Selo Seguinte)
Páginas: 208
Gênero: Biografia
Compre na Amazon
Sinopse oficial: Muitas brasileiras impactaram a nossa história e, indiretamente, a nossa vida, mas raramente aparecem nos livros. Este volume, resultado de uma extensa pesquisa, chega para trazer o reconhecimento que elas merecem. Aqui, você vai encontrar perfis de revolucionárias de etnias e regiões variadas, que viveram desde o séculos XVI até a atualidade, e conhecer os retratos de cada uma delas, feitos por artistas brasileiras. O que todas essas mulheres têm em comum? A força extraordinária para lutar por seus ideais e transformar o Brasil.
Voltamos com o Folheando e ah, que volta linda com esse livro extraordinário! Sério. Não há outra palavra para descrever a força e beleza desse livro. Falamos sobre ele no evento Mulheres na Literatura, mas como disse a Carol: "este é um livro para se manter na mesa de café de casa" e espalhar a palavra dele.



Cada perfil traz a conquista dessa mulher, biografia, além de uma ilustração inédita. Cada personalidade ganha uma ilustração e o livro é basicamente criação de mulheres: com as jornalistas Duda e Ariane escolhendo as biografias e todas as ilustrações serem de mulheres (incluindo capa).


Carolina de Jesus, uma das escritoras da literatura marginal mais conhecidas no mundo (com certeza a Brasileira mais publicada do gênero) ganha uma mini-biografia emocionante, que conta com alguns de seus títulos na próxima página. Um carinho da curadoria em cada perfil que aquece os corações (aqueceu o meu 💜).



Em muitos perfis, como de pioneiras em algumas áreas, temos um histórico com datas importantes. No perfil da Maria Lenk (foto acima) temos a adição da Evolução dos Trajes de Banho. 


Os nomes das personalidades podem ser familiares e alguns um descobrimento:
- Bárbara de Alencar, carrega o triste título de ter sido a primeira presa política do Brasil e foi uma das poucas mulheres a participar da Revolução pernambucana;
- Maria Felipa de Oliveira, conhecida por ter sido destemina na conquista da independência da Bahia;
- Maria Firmina dos Reis, considerada a primeira romancista brasileira;
- Nise da Silveira, renomada psiquiatra brasileira que revolucionou o tratamento da loucura no Brasil;
- Zuzu Angel, estilista brasileira, infelizmente conhecida pela sua procura trágica pelo filho sequestrado durante a ditadura militar;
Entre tantas outras...


Acima: Algumas personalidades nem são brasileiras, mas com certeza tiveram seu impacto na nossa cultura e estão em uma sessão só para elas, as "abrasileiradas".


A vida das mulheres no Brasil durante os séculos (acima);


No site da Companhia das Letras você consegue ler um trecho do livro e ver o quão importante ele é, não só para as futuras gerações, mas para todos conhecermos um pouco dessas mulheres que fazem parte da nossa história.
Não damos nota para a sessão Folheando, mas se déssemos, com certeza seria cinco de cinco estrelas para esse livro riquíssimo!