22 janeiro 2018

[Resenha]: Minha versão de você - Christina Lauren


Apaixonante e inspirador!


Sinopse: Há três anos a família de Tanner Scott se mudou da Califórnia para Utah, fazendo com que sua bissexualidade voltasse para o armário. Agora, com apenas mais um semestre até o fim das aulas no colegial e seu tão sonhado futuro em uma universidade longe da família, ele só deseja que o tempo passe mais depressa. Quando Autumn, sua melhor amiga, se inscreve na aula de escrita e o desafia a participar, Tanner não consegue recusar o convite, afinal de contas, quatro meses é tempo mais do que suficiente para escrever um livro, certo? O garoto está mais certo do que imagina, pois leva apenas um segundo para que ele note Sebastian Brother, o prodígio mórmon que, nas aulas de escrita do ano anterior, escreveu e publicou o próprio livro, e agora orienta a turma. Se quatro meses é muito tempo, um mês pode não ser. E é exatamente esse tempo que leva para Tanner se apaixonar por Sebastian.
Quem me acompanha aqui no blog desde sempre, sabe o quanto eu sou apaixonada pela escrita das meninas Christina Lauren. Quando descobri que elas iriam seguir por outros gêneros literários, não pensei duas vezes e precisava ler o que me aguardava.

Acho que se tem uma palavra que descreva as duas nesse livro é CORAGEM! Coragem para falar de um assunto tão importante como a intolerância religiosa, de qual é o verdadeiro significado de Deus para cada um de nós e principalmente sobre a coragem de finalmente nos libertar.

“Coragem é ser você mesmo todos os dias em um mundo que lhe diz para ser outra pessoa.”
Você vai se apaixonar a primeira vista por Tanner, um garoto que se mudou de uma Califórnia sem pré-conceitos para Utta, um local cheio de Mórmons e preconceitos. Ele se viu tendo que esconder suas preferências como bisexual, em virtudes das dificuldades que as pessoas teriam de aceitá-lo. Ele tem apoio dos pais, porém eles temem pela segurança e bem-estar do filho.

Estando no último ano do ensino médio, ele não vê a hora de se formar e poder ir para um lugar onde as pessoas não o julgariam pelas suas escolhas. Estimulado pela melhor amiga Autumn, ele se inscreve em um curso de escrita criativa, só que ele não contava que fosse se apaixonar perdidamente pelo monitor do curso Sebastian, porém ele é até seu ultimo fio de cabelo um mórmon, acima de tudo um exemplo para todos da sua congregação. Porém Tanner não consegue impedir o seu coração de se apaixonar um pouco mais a cada dia por ele.
“É assim que nos revelamos: com esses flashes de desconforto, com as reações que conseguimos esconder.”


A pesar dos dramas, é uma leitura leve que vai te mostrar todas as descobertas e preocupações dos adolescentes. Como embarcar nesse amor, não vai ser revelar novo e desconhecido, não apenas para Tanner mas também para Sebastian e as outras pessoas em sua volta.

O ponto chave nesse livro é como as autoras conseguem te dar os dois lados da mesma história, uma onde Tanner é aceito pela família e tem total apoio deles. E um outro lado onde Sebastian não tem nada disso, onde nasceu e cresceu baseado pelas doutrinas dos mórmons, e não consegue impor as suas vontades e ser livre para viver como quiser.

“Parece que estou andando na escuridão e sei que o que existe à minha frente é seguro, mas ninguém está me acompanhando até lá.”



Com uma escrita leve e super simples, as autoras te levam a fazer reflexões sobre a sociedade, e abordam assuntos primordiais nos dias de hoje. Por isso só tenho que dizer LEIAM!


Título: Minha Versão de você
Autor (a): Christina Lauren
Capa comum: 352 páginas
Editora: Hoo Editora
Ano: 2017
Idioma: Português
Compre na Amanzon
Classificação: 5/5







Christina Lauren: Christina Hobbs e Lauren Billings escrevem sob o pseudônimo de Christina Lauren (combinação de ambos os nomes). Separadas pelo incômodo Estado de Nevada, estas amigas, e co-autoras, se falam várias vezes ao dia, concordam que Ruby Pumps é a melhor cor de esmalte que já existiu, e, se pudessem escolher, passariam o dia todo olhando para o oceano a partir do cais de San Clemente.