[Resenha]: Outlander ( A viajante do tempo) - Diana Gabaldon


_ São versos, mais ou menos, quando traduzidos para o inglês.Dizem o seguinte: 
“Você é sangue do meu sangue e ossos dos meus ossos. 
Dou-lhe meu corpo, para que nós dois sejamos um só. 
Dou-lhe o meu espírito, até o fim de nossas vidas.”


Sinopse: Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro das Terras Altas, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo pelo escocês. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?
“Diana Gabaldon tem poucos concorrentes no que diz respeito a escrever romances históricos.” – Publishers Weekly


Há muito tempo eu esperava por isso. Falar sobre esse livro. Uma obra prima da literatura. Um amor que nasce a partir de cada capítulo. Um sentimento bom que não cabe no peito. Então, por isso estou aqui para fazer esta resenha. Embarque em uma viagem do tempo. 

Faz um ano que eu li esse livro. Depois foi um vício que não acabava mais. Eu li até o quarto livro Tambores de Outono, espero ler o quinto livro. Enfim, vamos falar de um romance histórico que deixa todo mundo apaixonado pelos personagens, pelas culturas ditas no livro,ah! e pelo belo escocês. Desculpa,mas ele já tem dona, e não é a Claire. Hihihihi!

A história começa narrada pela primeira pessoa, Claire. Uma enfermeira que trabalha na época da Segunda Guerra Mundial. Ela é casada com um historiador chamado Frank. Eles acabam viajando para Inverness uma cidade que fica na Escócia. Tudo bem, até nesse momento. Só que a partir das leituras vocês vão perceber que o Frank viajou para ter mais informações de sua família e parentes passados com ajuda de um pastor muito simpático. A Claire é uma mulher muito curiosa e assídua para aprender coisas novas.

Nesta cidade está começando um festival bem místico. Em um certo momento, Claire e Frank estão passeando, ao subir em uma colina, no alto, há um ciclo de pedras, e tem algumas mulheres dançando com luzes nas mãos, e Claire percebe que uma dessas mulheres é a senhora que trabalha na casa do pastor. Claire fica fascinada pelo o “ritual”. Vocês podem ver no GIF acima. Pós dança, Claire e Frank vão explorar o local, ela percebe algo diferente, alguns sons estranhos, porém apenas ela os escuta. 

No outro dia Claire volta para pegar algumas plantinhas, sem o seu marido, pois o mesmo está ocupado com os documentos de pesquisa históricos. Enquanto, Claire pegas as plantas,ela começa a ouvir de novo os sons estranhos, e nesse momento meus caros leitores e leitoras, que a vida de Claire e as nossas mudariam para sempre. Ela se levanta e toca em uma das pedras. Nessa parte eu surtei muito. Ela vai parar em outra época e em outro ano. Uma viagem no tempo.

         Claire tocando na pedra.

Adivinhem aonde ela vai parar…? Na Escócia do ano de 1743. Longe,não é mesmo?! Ela fica desorientada e escuta tiros, pessoas correndo. E ela está no meio de uma “briga” entre o batalhão inglês e um grupo de escoceses. Ela tenta fugir floresta adentro, mas de cara ela vê uma pessoa muito conhecida para nós leitores. Ela vê o marido dela, não é ele de verdade. É o capitão do batalhão inglês, gravem bem esse nome: Jack Black Randal. Vocês vão ter um ranço desse homem, um pequeno spoiler. O capitão é muito parecido com o Frank, isso é bem descrito e detalhado na história, e vocês podem imaginar. Ela tenta fugir dele, mas ele a captura para abusar dela. Que horror! Mas, eis que chega um escocês e para com isso, pegando-na. Ele a leva para uma casa velha, e lá estão os outros escoceses. Aqui que encontramos Jamie, o belo escocês. 

Nessa casa os escoceses estão com um probleminha, é só para colocar o braço deslocado do pobre Jamie. Mas, ninguém sabe fazer isso. Até que a nossa Claire enfermeira faz o trabalho. Todos desconfiam dela por ser inglesa, e acham que ela é uma espiã da corte britânica. Uma breve apresentação para vocês. O jovem escocês Jamie Fraser, é um homem que faz juz ao nome, sendo da Escócia. Ele é um personagem muitíssimo importante na história.

O Belo Escocês!

Eu não posso me estender muito na história, porque é uma aventura gigantesca. Mas,eu posso pincelar algumas cenas. Depois que os escoceses pegam a Claire, levam-na para o Castelo de Leoch. Onde vive o clã da família Mackenzie, e quem governa é o tio do Jamie, Colum Mackenzie. A Claire torna-se uma “curandeira”, naquela época não tinha enfermeiras. Ela possui muito conhecimento de medicina, isso conquista tanto o tio de Jamie, quanto as pessoas da vila. Mas, vocês acham que a Claire quer ficar nesse lugar…? Não! Ela pretende ir embora, voltar para as pedras...porém, isso não será muito fácil, lembrem-se que ela ainda é uma “espiã” para os escoceses. E para ficar bem claro, os britânicos e os escoceses não se suportam, vocês verão no decorrer da história. 

Vocês lembram que a Claire ajudou o Jamie em relação ao braço deslocado…? Pois bem, isso acaba aproximando os dois, e tem outros fatores também. Como enfermeira dedicada, Claire gosta de saber como estão os seus pacientes. Inclusive o Jamie.

Então, “tem muita água pra rolar nesse mar” muitas coisa irão acontecer: boas e ruins. Tem casamento. A volta para os ciclos das pedras. Acusação de ser bruxa.Uma inimiga que ser amiga. Muito amor. O inimigo de ambos: Claire e Jamie. Passado vem à tona. A verdade de ser uma viajante do tempo. Batalhas. Ciúmes e desejos. Muito poder. Religião. Cenas calientes...muitas. Tudo isso e muito mais.

É uma história muito detalhada, que requer atenção. Porque, conta a história da Inglaterra e da Escócia. E os personagens vivem no meio delas. Tudo é maravilhoso desde da escrita até os detalhes dos castelos...É fascinante como a autora nos coloca dentro do livro. É muito mágico. Vocês compreendem e sentem o que os personagens passam. Vocês vão odiar alguns, e outros vocês vão amar. 

É minha série de livros preferida. Se vocês conhecem Outlander pelos livros, também conhecem a série. Se não conhecem nenhuma e nem outra, por favor leiam os livro ou assistam a série, ou faça tudo junto. Eu sei que se quando vocês verem os livros ficarão assustados pelo tamanho, não se sintam assim. Vocês não vão perceber que leram todo aquele calhamaço, porque a história é fantástica, uma obra prima. 

Eu coloquei algumas imagens e gifs da série, já introduzindo vocês a lerem. É basicamente isso o primeiro livro. Eu falo para vocês que tem uma palavra que envolve essa história: AMOR. Digo a vocês que Claire e Jamie se casam. Mas, como isso foi acontecer…? E o Frank? E a outra época de Claire? Só lendo o primeiro livro ou assistindo a primeira temporada de Outlander. Eu poderia falar muito mais da história, porém eu tenho receio de dar spoilers, talvez contar até demais. E que vocês possam ler as informações que já passei através desta resenha. 

Eu também vou fazer a resenha de outros livros da série. E mais uma vez leiam os livros ou assistam a série.Comentem o que vocês acharam. E sabe aquele verso dito na primeira parte da resenha...? É dito pelo Jamie no casamento. Postei e saí correndo. Até a próxima, Sassenachs. Entendedores entenderão.
                            Eu depois de ter lido Outlander.

Título: Outlander A Viajante do Tempo 
Autor: Diana Gabaldon 
Editora: Arqueiro
Páginas: 800
Ano: 2016 
Onde comprar: Amazon
Classificação: 5/5



Autora: A RAINHA! 
Diana Gabaldon cresceu no Arizona, Estados Unidos, e é de ascendência mexicano-americana e inglesa. Tem formação em Zoologia, Biologia Marinha e Ecologia. Foi professora universitária durante mais de doze anos antes de se dedicar à escrita em tempo integral. Sua série Outlander se transformou em um enorme sucesso mundial e foi adaptada para a TV em 2014. Atualmente Diana mora em Scottsdale, no Arizona.

Copyright © Pausa Para um Capítulo. Designed by Everton As