13 outubro 2017

Sexta Geek: Quadrinhos para essa Sexta-Feira 13 #PausaTodoDia

Bruxas, vampiros e a própria Morte em uma seleção especial para essa Sexta-Feira geek 2017!



Olá, jovens! Nada melhor do que voltar à Sexta Geek em uma Sexta-Feira 13 e com lista de três dos meus quadrinhos favoritos para a data! 

Título: wytches
Autores: Scott Snyder, Jock, Érico Assis
Páginas: 192
Editora: Darkside Books
Onde Comprar: Amazon
Sinopse: Esqueça tudo o que você já ouviu falar sobre bruxas; quase todas as informações devem estar erradas, de qualquer forma. Aquilo que você aprendeu na escola - que, por séculos, centenas de pessoas foram queimadas, torturadas, perseguidas e assassinadas por bruxaria - é fato. O que ninguém contou para você é que essas pessoas morreram para proteger uma terrível realidade dos meros mortais: bruxas, bruxas de verdade, existem e estão por aí. Elas são criaturas muito mais perversas e diabólicas do que você poderia pensar - e, portanto, muito mais assustadoras. Ver uma é coisa rara; sobreviver a elas é mais raro ainda. É por isso que quando a família Rook se muda para Litchfield, uma remota cidadezinha de New Hampshire, tentando escapar de uma experiência horrível ao recomeçar do zero, eles não entendem que algo sinistro vive nas florestas ao redor da cidade. Algo que os observa, esperando apenas por uma oportunidade. Algo muito antigo... e voraz. Você até pode descobrir feitiços e milagres nelas, mas para isso vai precisar pagar o preço. Pai e filha vão descobrir que recomeçar pode ser bem mais difícil quando há uma conspiração secular que envolve sua família em curso. Com reviravoltas chocantes e uma arte de arregalar os olhos, capaz de combinar medo e beleza, está é uma obra sobre bruxas que deve ser levada a sério.
BOO: Se você acompanha a Sexta Geek já viu o nome do artista Jock antes aqui. Bem, eu conheci wytches (a versão lá de fora) justamente quando fazia o post linkado aí em cima e ganhei um autógrafo dele que o Victor pegou pra mim na #CCXPTour. Bem... o hype só aumentou quando eu fiquei sabendo que wytches estava vindo para o Brasil em Julho pela Darkside Books e, gente do céu... que edição, viu? Os traços violentos pareados com uma paleta de cores QUASE acolhedora é lindo de se ver. Uma das minhas melhores aquisições de quadrinhos de 2017 e mostrando que o misticismo das bruxas ainda tem muito a ser explorado.

Título: Vampiro Americano
Autores: Scott Snyder, Rafael Albuquerque e Stephen King
Páginas: 200
Editora: Vertigo / Panini Books
Onde Comprar: Amazon
Sinopse: Astuto, cruel e traiçoeiro, Skinner Sweet tem a fama de ser tão obstinado quando genioso. Mas, como primeiro vampiro surgido nos Estados Unidos, ele não é a típica criatura da noite. Mais forte, mais feroz e retirando energia do sol, Sweet é o primeiro de uma nova espécie de sanguessuga: o Vampiro Americano. Quarenta e cinco anos depois de emergir de sua sepultura, Sweet chega a Los Angeles dos anos 1920, para onde jovens de boa aparência são atraídos como mariposas pelas luzes quentes de Hollywood. Mas algo além da simples ganância humana está em ação na cidade, como a jovem e batalhadora Pearl Jones está prestes a descobrir. Quando seus sonhos de fama e estrelado se transformam em um sangrento pesadelo, Skinner garante a sobrevivência da moça, além de lhe dar pode para se vingar!
BOO: Alguém aí tem um lenço porq... ATCHIM-LESTAT. Desculpa, gente. Alergia intensa. Bem, mais uma vez o jovem Snyder está na lista. Eu gostei muito da premissa e da HQ Vampiro Americano, mas por razões de $$$ ainda não deu para continuar a coleção sem ser o Volume 1.
A mistura Snyder, King e Albuquerque foi tão legal que não consigo ver onde um começa e o outro termina. Fica a dica para quem gosta de "velho oeste".

Título: Morte - Edição Definitiva
Autor: Neil Gaiman
Páginas: 360
Editora: Vertigo / Panini Books
Onde Comprar: Amazon
Sinopse: Jovem, linda, pálida, gótica... e alegre? A Morte imaginada por Neil Gaiman veio para revolucionar nosso conceito (e preconceito) a respeito da Ceifadora. A irmã mais velha de Morfeus ganhou uma roupagem contemporânea e um conceito arrebatador para nascer como coadjuvante e roubar a história, tornando-se protagonista de duas minisséries e outras HQs, além de ter participação de destaque na série de seu irmão! 
BOO: Morte, um nome tão impactante para uma realidade às vezes violenta, às vezes suave e silenciosa. Essa também é a Morte de Gaiman. Impossível não se apaixonar pela vulnerabilidade e sagacidade da personagem. Um dos meus xodós literários.