21 outubro 2017

[Resenha]: Eu Sei Onde Você Está - Claire Kendal #PausaTodoDia

Foto: Blog Nostalgia Cinza

“ Você não tem nada melhor para fazer? Não fica entediado e morrendo de frio, parado aqui, todas as manhãs? Não digo essas coisas quando o encontro, ainda mais uma vez, do lado de fora da minha porta. Não olho para você. Vou direto para o táxi.__ Sua secretária eletrônica parece estar quebrada, Clarissa. Você sabia disso? “

Rafe está em todos os lugares. E Clarissa vai encontrá-lo, mesmo sendo a última coisa que gostaria que acontecesse. Vai encontrá-lo na universidade onde ambos trabalham, na estação de trem, no portão do prédio onde mora. As mensagens do homem lotam a secretária eletrônica de Clarissa, os presentes dele abarrotam sua caixa de correio. Desde a noite traumática que passaram juntos alguns meses antes, ela se vê em uma armadilha da qual não consegue escapar. E ele se recusa a aceitar um não como resposta.A única saída de Clarissa para esse pesadelo angustiante são as sete semanas que passará em um tribunal, onde foi escalada para compor um júri popular. A vítima em questão viveu experiências que revelam uma similaridade macabra com a vida da jurada. Conforme o julgamento se desenrola, Clarissa percebe que, para sobreviver às investidas obcecadas de Rafe, será necessário se arriscar. Começa então a reunir evidências da insanidade do perseguidor para usá-las contra ele e relata todo o terror psicológico e físico a que é submetida, o que a obriga a reviver cada momento doloroso que vem tentando desesperadamente esquecer.Escrito de forma primorosa, Eu sei onde você está explora a tênue fronteira entre amor e compulsão, fantasia e realidade. Um retrato perturbador de uma mulher perseguida, determinada a sobreviver.
“ Um retrato assustadoramente íntimo - e preciso - de uma mulher perseguida.” BOOKPAGE

1106.jpg

Mais um livro que aborda thriller psicológico. Esse é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!!! Eu gostei muito dos assuntos que são falados na história. É perturbador, assustador e chegar ser psicótico. Vamos para resenha, não aguento esperar para falar sobre a história.

Vocês já foram perseguidos? Sabem a sensação?! E aquele relacionamento que parece mais uma prisão, já teve ou presenciou?! Pois bem, são perguntas que levam para história. Uma mulher é perseguida por um homem. Nome dela: Clarissa. Nome dele: Rafe. Na história conta sobre Clarissa uma acadêmica que trabalha na administração de uma Universidade. Mas, em um festa simples de acadêmicos, ela conhece o Rafe, que também é um acadêmico com pós e tudo. Esse é o dia que a vida dela virou um inferno. Rafe quer ter um relacionamento a base de pressão com ela, mesmo após ter abusado sexualmente de Clarissa.

Ela sempre tenta evitá-lo, mas ele não sai de perto dela. Manda vários presentes, trata-a como se fosse sua namorada. Ele força tanto para ficar com ela que chega a agressão da parte dele. Ele está em todos os lugares que ela vai. É muito louco isso. Ela fica tão perturbada que toma remédio para dormir.

Clarisse fala com a emergência sobre esse assédio do Rafe. Mas, a polícia não tem provas para poder atuar no caso. Então, ela segue um folheto sobre vítimas de abuso, agressão e perseguição. Ela começa a guardar todos os presentes que ele dá para ela, sempre sem endereço, apenas com o nome dela. Ela se sente enojada por guardar algo que é dele, mas é preciso, isso são provas para incriminá-lo.

No decorrer da história, Clarissa faz parte de um júri de um caso de uma prostituta que foi sequestrada e abusada sexualmente. Toda essa questão mexe muito com ela, porque ela se imagina sentada e na frente de todos tendo que lidar com o que está sofrendo, se é culpa dela ou não. Nesse momento, ela conhece Robert e Annie.

sua-palavra-contra-a-minha-1.gif

Com o Robert, ela começa ter uma amizade bem interessante, porém como Rafe está sempre vigiando, não gosta nada desse relacionamento. Ele ameaça tanto Clarisse como Robert. Porém, ninguém sabe que ela passa por isso,apenas Annie que desconfia, e a Srta. Norton, que é uma senhora que mora no mesmo prédio que o dela. Gente! Quanto mais passa o tempo é pior.Os presentes ficam mais….estranhos. Vocês acabam descobrindo de que tipo de “brincadeiras” ele gosta. Ele manda fotos nuas de Clarissa.

Além de contar a história de Clarissa, também fala da Charlotte que é a prostituta. E a Laura que foi ex do Rafe. Que sumiu! Ninguém sabe onde ela está, nem a própria família. A história toda é tensa. Aborda assuntos jurídicos, abuso e violência sexual, falta de segurança, relacionamentos abusivos, perseguidores,traições, mentiras, drogas...e muito mais.
A linguagem do livro é muito boa, porque tem em primeira pessoa é quando a Clarissa começa escrever em um caderno todas ações sofridas pelo o assédio do Rafe. E quando conta a história dela, é na terceira pessoa, é genial. Todos os escritos de Clarissa tem datas, meses e os horários, tudo ela anota para mostrar para polícia.

Eis que chega o dia para ela acabar com o sofrimento. Essa parte é muito interessante, vemos como Clarissa está cansada e nervosa de tudo que está passando. O policial cuida do caso dela, e garante que vai dar tudo certo. Ela vai para casa mais aliviada. O Rafe é intimado para comparecer a polícia. Bem, ele mente, faz um teatrinho...mas, não convence ninguém. As provas são concretas que Clarisse entregou, e falou de Laura, e deu o telefone dos pais dela para contato. Ele tem que ficar uma certa distância dela. Vocês acham que ele faria isso?! Ele ainda continua perseguindo. Então, ela vai para polícia. Rafe é preso. Fica tudo na santa paz para Clarissa. Ela começa um relacionamento mais profundo com o Robert, lindo e bombeiro. Ele é tão incrível com ela.

thriller-psicologico-estante-fnac.jpg

Mas, nem tudo são rosas. Quando Clarisse está dormindo, ela percebe que está sendo estrangulada….e quando acorda...ela vê o rosto de quem jamais voltaria ver, Rafe. Essa cena é horrível, ele faz com ela tudo que tem direito. Bate nela, e a amarra na cama. Por um momento ele dorme em cima dela. E um incêndio começa no apartamento. Adivinha quem a salva?! Isso mesmo, o bombeiro. Robert luta com Rafe. Rafe pega uma faca e atinge a perna de Robert que sangra muito. Bem, eu vou ficar por aqui. Vocês devem ler e descobrir o que aconteceu com os três.

Eu gostei muito desse livro. Não dá para largar nenhum minuto. É brilhante. Eu senti que a personagem passava a cada momento do seu dia. Talvez seja só mais um livro que tenha no mercado, mas o que uma mulher passou nessa história, não fica apenas nas páginas de um livro, existem casos reais. O final foi bom, porém não foi como eu queria. Até a próxima!



 Eu fiquei assim depois de ter lido.
ferias-1.gif


Título: Eu Sei Onde Você Está  
Autor: Claire Kendal
Editora: Intrínseca
Páginas: 304
Ano: 2017
Onde comprar: Amazon
Classificação: 5/5














Claire Kendal: Nasceu nos Estados Unidos e estudou na Inglaterra, onde passou toda a sua vida adulta. Eu sei onde você está, seu primeiro romance, foi traduzido para mais de vinte idiomas. Claire dá aulas de literatura inglesa e escrita criativa, e mora com a família no sudoeste da Inglaterra.