01 agosto 2017

[Resenha]: Meus dias com Você - Clare Swatman


Há momentos em que eu só queria que o tempo parasse e que nada, nem mesmo o mais íntimo detalhe, mudasse.
   

  Titulo: Meus Dias Com Você
  Autor (a): Clare Swatman
  Editora: Arqueiro
  Páginas: 288
  Ano: 2017
  Idioma: Português


  Sinopse: Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta? Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho. Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira? Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade. A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.





                                   
                                         Será que é tarde demais para mudar o destino?


Após perder o marido em um grave acidente, Zoe, depois de ter caído e batido a cabeça, tem a chance de voltar ao passado, e ela se vê com 18 anos no dia exato em que viu Ed pela primeira vez. No dia seguinte, acontece a mesma coisa, porém, ela volta um tempo depois, e isso acontece dia após dia, sempre que ela acorda.

Com o passar dos dias, Zoe percebe que sempre volta em alguma data de acontecimento importante em sua vida e relacionamento, então ela se pergunta se há alguma chance de mudar alguns acontecimentos e atitudes, e evitar que seu marido de volta.

“Talvez seja como o efeito borboleta: uma pequena mudança em algum lugar ao longo do caminho pode criar uma transformação enorme e impactante na vida de alguém a quilômetros, ou anos, de distância. O que talvez signifique que até mesmo uma minúscula mudança hoje pode ser relevante o suficiente para evitar que eu perca meu Ed."
Ed é um cara de aventureiro, de espírito livre, que gosta de aproveitar a vida e ama plantas e paisagismo. Enquanto Zoe é uma pessoa focada, determinada e que sabe aonde ela quer estar em sua vida profissional. Ambos têm pensamentos e planos diferentes para suas vidas, o que torna a relação cheia de discussões e desentendimentos.

No decorrer da estória nós vamos conhecendo os motivos que fizeram o relacionamento de Zoe e Ed se desgastar e percebemos também como Zoe foi se tornando uma pessoa fria e distante, que só se importava consigo mesma. Logo no começo do livro, nós vemos que o relacionamento dos dois não andava nada bem, brigavam por coisas mínimas e nem diziam mais o quanto se amavam, e no pior dia de seu casamento, Ed acaba morrendo, sem nem ouvir um “Eu te amo” de sua esposa.

"- Mas eu estava muito zangada com ele. E ele não tinha feito nada errado. Eu nem me despedi, e agora ele morreu e nunca mais vou poder dizer a ele quanto o amo. É tarde demais. O que vou fazer agora?"



Zoe não apenas se afastou de seu marido, como também de seus pais, sua irmã e sobrinhos e até mesmo, de sua melhor amiga.

Poderia Zoe concertar seu relacionamento e trazer seu marido de volta? Realmente existe um propósito em sua volta ao passado? Estaria Zoe em coma e apenas sonhando, ou delirando?


“Agora estou de volta, menos de uma semana depois, um dia que odiei na primeira vez que aconteceu, e me pergunto como vou poder viver tudo isso outra vez. Tem que haver um motivo. Caso contrário, por que estou aqui? Será que esta é uma segunda chance para que eu faça algo diferente?



ALERTA DE SPOILER!

Embora o livro trate de um assunto já falado em outros livros e até mesmo filmes, ele consegue sair totalmente dos pontos clichês, a autora consegue nos prender e nos surpreender.

O que mais me surpreendeu no livro foi que por mais que ele me desse uma expectativa e me deixasse na torcida de que Zoe fosse realmente conseguir concertar as coisas e evitar a morte de Ed, o final dele foi algo totalmente inesperado (talvez eu possa ter suspeitado em algum ponto), mas mesmo assim agradável.

Existem coisas que realmente não podem ser mudadas, mas podemos alterar a forma que elas acontecem.

Sobre o livro, amei a arte da capa, (embora tenha lido em livro digital) amei a forma de escrita da Clare, com suspense na medida certa, o que só aumentava mais a minha curiosidade e me prendia mais ao livro, me despertou choro na medida certa e raiva de Zoe em alguns- muitos- momentos da leitura.

Eu totalmente recomendo esse livro, e mal posso esperar pelas próximas obras da autora. Leiam e me digam o que acharam!

Beijos e até a próxima!




















Sobre a Autora:







Clare Swatman nasceu em 1975 no condado de Essex, Inglaterra. Estudou francês e espanhol na faculdade, mas, para sua vergonha, mal fala uma palavra dessas línguas hoje em dia. Ela é jornalista há tanto tempo que nem se lembra desde quando. Além de escrever para várias publicações femininas, edita uma revista em Hertfordshire, onde mora com o marido e os dois filhos. Meus dias com você, seu livro de estreia, já foi vendido para 18 países.