03 agosto 2017

Quinta do terror: O Iluminado - Stephen King

“ O taco atingiu a porta do banheiro, derrubando um enorme pedaço do compensado fino. Metade de um rosto louco e determinado a encarou. A boca, faces e garganta estavam cobertas de sangue, o único olho que conseguia ver miúdo e brilhante. “


Título: O Iluminado  
Autor: Stephen King
Editora: Objetiva
Páginas: 582
Ano: 1997 
Compre Amazon.

Sinopse: Danny Torrance não é um menino comum. É capaz de ouvir pensamentos e pode transportar-se no tempo. Danny é iluminado. Maldição ou benção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook, que já foi palco de festas sofisticadas, noitadas de sexo e bebida, grandes negócios e paixões avassaladoras. O tempo passou arrastando consigo as glórias do passado. Mas algo resiste nos longos corredores sombrios do hotel. Algo terrivelmente poderoso e assustadoramente mau.Quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador no velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se de vez das convulsões que assustam a família. Só que o Overlook é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. O hotel é uma sentença de morte e quer Danny, pois precisa dos seus poderes para chegar ao fim.
“ _ Não tem para onde correr, sua vagabunda - disse-lhe ofegante, por entre o sorriso. O taco baixou novamente, derrubando lascas de madeira para dentro da banheira e contra a superfície refletora do armário de remédios…” 



É o segundo livro do Stephen King que leio. Interessante é que eu assisti primeiro filme depois li o livro. E qual é o melhor para mim?! Que pergunta mais boba. É óbvio que é o livro... Esse livro fez parte da minha maratona de férias.Vamos começar com essa resenha, se preparem.

Gosto muito da escrita do King, eu sou apaixonada pelos detalhes e todo meio social que ele coloca em suas histórias, por exemplo o preconceito, o alcoolismo, problemas familiares...dentre outros. E nessa história não é diferente. Você fica querendo saber o quê um belo hotel Overlook tem por trás. E quem nos conta essa história é uma família constituída por três pessoas Jack, o zelador do hotel, Wendy sua esposa e o pequeno e adorável Danny, o filho do casal.

O livro está descrito toda a trajetória da família até chegar no hotel, então vou encurtar. O Jack precisa de um emprego, e seu amigo Al arranja um trabalho como zelador em um hotel muito rico e tal. Só que o Jack é pinguço, cachaceiro, adora uma cervejinha depois do árduo trabalho, e quem não gosta, não é leitores e leitoras?! Mas, ele bebe demais, e faz algumas coisas ruins, eu vou contar, espero que não seja um spoiler. Bem, ele quase matou um aluno de uma escola, e uma vez ele quebrou o braço do próprio filho. Nossa! Tudo isso, porque ele estava um pouco alterado pela bebida. Então, ele parou por muitos meses, juntamente com seu amigo Al. Tudo bem até nesse ponto, mas Jack tem um temperamento muito forte, isso é brilhantemente explicado na história, vocês devem ler para saber o porquê dele ser assim. Vou dar uma dica, será que dou?! É relacionado a família dele. Chega de falar do bebum, ops! Jack. A Wendy é uma personagem que me irrita muito no livro, porque ela tem chances de sair daquele hotel mal- assombrado, mas não sai. E não é só por isso, porque ela é muito chata e irritante. Deixa eu falar do personagem mais fofo e maravilhoso do livro, Danny é um amorzinho. Eu tenho muita pena desse garotinho, ele sofre.




Essa família vai morar na temporada de inverno no hotel Overlook. Gente! Tudo que vocês imaginarem, acredito que tenha acontecido naquele hotel. Mas, o Jack não sabe dessa história, só vai saber depois quando encontra um álbum do hotel em um porão. É horrível o que aconteceu com algumas pessoas. Ninguém conta para eles sobre a história do Overlook, apenas que o último zelador cometeu suicídio, antes matou as suas filhas e sua esposa. Apenas essa coisinha boba! Dizendo o Ullman o gerente do hotel Overlook, o último zelador ficou “entediado” no lugar. Sei não, isso me parece estranho. Com o andar da história, nos convencemos que ele não estava “entediado”. Há um personagem muito importante que ajuda Danny a compreender melhor seu dom, Sr. Hallorann. Danny é um iluminado. A partir da história do hotel Overlook, o Jack que escrever um livro, mas o seu amigo Al não deixa, e nem a sua família aprova. Jack é um escritor, que não ganha boa consideração ao seu trabalho.




Coisas acontecem no hotel, no entanto há um apartamento que não pode entrar. O apartamento 217 que algo horrível aconteceu nele. E aparece um nome chamado REDRUM. É um anagrama.

“- Bem, o sr. Ulman demitiu ela porque ela disse que viu uma coisa em dos quarto onde...bem, onde aconteceu uma coisa ruim. Era o apartamento 217, e quero que me prometa que não vai lá, Danny. O inverno inteiro. Fique bem longe.”“-Está bem - disse Danny. - A senhora, a camareira, ela lhe pediu para ir ver ?”“- Pediu. E tinha uma coisa ruim lá. Mas...não acho que era uma coisa ruim que pudesse ferir alguém, Danny, é o que estou tentando dizer. Os iluminados às vezes podem ver coisas que vão acontecer, e acho que às vezes, podem ver coisas que aconteceram.Como se fossem desenhos num livro. Já viu algum desenho num livro que o tenha apavorado, Danny?” 

A partir  da metade da história vocês descobrem o que significa. Esse anagrama aparece para Danny, porque ele tem o poder de transportar-se no tempo, ele tem uma “amigo” imaginário, o Tonny. Ele revela para o Danny os segredos do hotel. Mas, os pais pensam que é apenas “coisa” de criança, claro que tem cenas que assustam, por exemplo Danny fica trancado no banheiro sem responder  para mãe, parece que está desmaiado. É horrível essa parte, porque os pais discutem, e as lembranças do Jack jovem vem à tona. Enfim, acontece algumas brigas entre o casal, e tentam ficar bem por causa do Danny.


Para finalizar, o que acontece é que o hotel Overlook tem “companhias” ou seja espíritos que estão presos. Jack começa a ser influenciado pelo hotel a matar sua esposa e filho. Então, ele vai em busca disso, antes que Wendy e Danny achem-o primeiro. Danny tenta chamar o Sr. Hallorann pela mente. Há uma briga entre Wendy e Jack, muito feia por sinal, ambos saem bastante machucados. Danny enfrenta o próprio pai em uma cena incrível, ambos estam no corredor escuro, Wendy e o Sr.Hallorann, estam no andar de baixo, ambos machucados pelo Jack. Mas, Danny sabe que não é o seu pai.


“- Vamos ver se você faz aqueles seus truques agora - murmurou. - Não nasci ontem, sabe. Não fui encontrado na porta da igreja, por Deus. Vou cumprir meu dever de pai, menino.”“- Você não é meu pai- falou Danny.”


Bem, para saber o que aconteceu no final, basta vocês lerem o livro. Eu gostei muito do final, fiquei satisfeita com o fim de todos. Espero que vocês leiam primeiro o livro, porque por Deus! O filme não foi bem construído. Fiquei decepcionada com o final dele, e com alguns personagens. E algumas cenas também. Mas, o livro é bem melhor. E quero dizer que meu personagem preferido é o Danny, garotinho de 5 anos que parece um adulto, só do jeito dele falar, demonstra ser diferente. Saibam que ele é um garoto muito especial. E que eu gosto muito do jeito que os pais o chamam. Então, até a próxima resenha.

-” Que que há, velhinho?”“Danny sorriu para a sua mãe, mas foi um gesto superficial.”“- Oi, mãe.”

    
Eu lendo O Iluminado nas férias.



Sobre o autor:
















Stephen Edwin King é um escritor americano, reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração. Os seus livros já venderam quase 400 milhões de cópias, com publicações em mais de 40 países.