21 julho 2017

Sexta Geek: Aniquilação, de Jeff VanderMeer

O que há na Área X e além?
Título: Aniquilação / Annihilation
Autor: Jeff VanderMeer
Páginas: 200
Formato: ebook Kindle
Editora: Intrínseca
Onde comprar: Amazon


Sinopse: A Área X está isolada do restante do mundo há décadas e a natureza tomou para si os últimos vestígios da presença humana. Uma primeira expedição de reconhecimento voltou de lá relatando uma terra intocada, um paraíso edênico; a segunda terminou com suicídio em massa; a terceira, em um tiroteio dentro do próprio grupo. Até que os membros da décima primeira expedição retornaram como meras sombras do que eram antes e, após algumas semanas, morreram de câncer. Em Aniquilação, primeiro volume da trilogia Comando Sul, o leitor se junta à décima segunda expedição.
O novo grupo é formado por quatro mulheres: uma antropóloga, uma topógrafa, uma psicóloga - líder da missão - e uma bióloga, a narradora do livro. Seus objetivos são mapear o terreno, identificar todas as mudanças ambientais, monitorar as relações entre as próprias e, acima de tudo, não se contaminarem.
As mulheres atravessam a fronteira esperando o inesperado... e é exatamente isso o que encontram. Mas o que de fato vai definir os rumos da expedição não é o que está lá, e sim o que elas trazem consigo desde o outro lado da fronteira e os segredos que guardam umas com as outras.

Bem, eu comprei o livro para meu Kindle quando saiu a notícia do elenco escalado (Natalie Portman, Gina Rodriguez, Tessa Thompson, Jennifer Jason Leigh e Oscar Isaac) ano passado e nem li direito a sinopse! Com um elencão desses, gente!
A primeira coisa "negativa" que li em opiniões sobre o livro é que ele é lento demais! Então vamos aos fatos:
- O livro é narrado pela bióloga (que será interpretada pela Natalie) e ela descreve detalhadamente sobre tudo que a rodeia. Todos os elementos naturais. A bióloga (as personagens NÃO têm nomes, somente suas profissões as definem) tem uma afinidade essencial para sua sobrevivência no livro. Desde pequena, talvez fosse seu destino, ir para Área X.
- As personagens e a Área X são complexos. Apesar de termos acesso somente a visão da bióloga, ela é uma observadora natural, e é como ter uma visão 360º do ambiente que a cerca.


Fica óbvio que o que acontece na Área X não é natural como evolução de onde vivemos. ALGO está fazendo a natureza agir daquela maneira (lembre-se que estamos em uma trilogia!) e é absolutamente fascinante acompanhar as descobertas da personagem.
Para quem gosta de biologia? Um prato cheio! Ou deveria dizer um petri dish cheio? 😉
Eu não consegui largar o tablet com o Kindle aberto lendo o livro! Admito que olhei para meus cactos de outra maneira lendo o livro...
É impossível não se sentir intrigado pelo que passa na Área X e ficar apreensivo pela bióloga! 
É provável que você termine o livro com mil perguntas? Claro, mas para isso a gente já vai atrás dos outros livros. 
Quem está por trás do Comando Sul? 
Por que tecnologia atual (qual o período em que elas vivem? O nosso ano?) não funciona bem na Área X? 
Por que elas não lembram de como chegaram lá? 
Por que quanto menos conexões pessoais fora, mais chances de entrar nas expedições?
Por que as expedições continuam mesmo com perdas nas equipes?
Alguém já havia achado os XXXXXXX no XXXXX?
Por que elas se sentem vigiadas? Seriam as expedições tipo Big Brother? JURO que pensei isso!
Não quero dar nenhum spoiler, mas posso adiantar? Melhor livro com a combinação mistério + natureza que já li na vida.
Eu tô com o segundo livro emprestado do Francisco (Oi, Sooda Blog!) e o livro começou com ooooutra vibe, mas isso é papo para ooooutra sexta geek!

Ah, lembram que falei do filme?
Sem previsão de estréia, apenas que sai em 2018 e o próprio Jeff está ajudando a adaptar para o cinema. #Quero