19 julho 2017

[Resenha]: Big Rock - Lauren Blakely


Ele tem todos os talentos.Algumas vezes, tamanho é documento.


Título: Big Rock
Páginas: 244
Formato: eBook Kindle
Editora (Brasil): Faro Editorial
Onde comprar: Amazon
Sinopse: Eu tenho TODOS as características certas. Beleza, cérebro, meu próprio dinheiro e um p&# grande.Você pode pensar que eu sou um babaca. Eu soo como um, não é? Eu sou gostoso como pecado, rico como o céu, esperto pacas e bem-dotado. Adivinha só? Você NÃO ouviu minha estória antes. Claro, eu posso ser um playboy como as revistas de fofocas me chamam, mas eu sou um playboy que é um cara legal, o que me faz único. O problema é que meu pai precisa que eu seja mais discreto. Com investidores conservadores querendo comprar a joalheria tradicional dele na Quinta Avenida. Ok. Eu posso fazer isso. Afinal eu tenho que agradecê-lo pelas jóias da família (literalmente). Então eu pedi para minha melhor amiga e sócia para ser minha noiva pela próxima semana. Charlotte topa. Ela tem suas razões para dizer sim e usar o anel. Quando a pretensão entre nós dois acaba e a coisa evolui no quarto, ela não consegue fingir os orgasmos que a dou entre os lençóis e não consigo fingir que possa sentir algo por ela. No que eu me meti por uma negociação?

Algo que você precisa saber sobre BIG ROCK: é uma deliciosa comédia romântica que vai te fazer rir e tudo pelo ponto de vista de Spencer, um cara que não conhece a palavra discrição muito bem.


A Faro Editorial trouxe o livro para o Brasil poucas semanas após o lançamento lá fora e apesar de eu ter lido no Kindle, fiquei super feliz de ver uma obra tão divertida para o público brasileiro!

Bem, como eu disse acima, o livro é todo narrado pelo Spencer e ao lidar com uma situação que pode prejudicar os negócios da família, ele alista a melhor amiga (só isso?) Charlotte para ajudá-lo. Vamos ser sinceros? É atração à primeira vista (ninguém é cego!) e, claro, aquelas cenas hots que nem o ar-condicionado ajuda. #InclusiveAdoro


O pai de Spencer é dono de uma joalheria famosa (cof cof Tiffany´s!) e tradicional quando ele decide vendê-la. O comprador com maior oferta? Um conservador sulista que acha que lugar da mulher é no tanque (e nos anos 50, aparentemente) e por isso ele só quer comprar se a família do Spencer se demonstrar com os mesmos "valores" dele. Aaah, eu engoli uns sapos e as personagens femininas também, mas ele tem o que é dele depois.

Ah, essa é uma resenha sem spoilers, então vamos aos pontos mais divertidos e legais?

- O aplicativo de relacionamentos (cof cof concorrência do Tinder) que o Spencer "cria" na faculdade é bem interessante: Quer um app que seja seguro para mulheres e não permita comportamentos inapropriados de homens? Ele criou.

- Harper, a irmã de Spencer, é uma peça! Sério! Ela prega uma pegadinha nele que é impossível não visualizar o Sérgio Malandro gritando "Yeah Yeah".

- Ver quem fica responsável pela joalheria. Um orgulhinho no coração. 💛

- Os apelidos um para o outro na versão em inglês (que eu li) são hilários: Honey bear, Snuffaluffagus (HAHAHAHAHA)...

- Fido, o gato voyeur do Spencer! PÁRA DE FICAR OLHANDO ELES!

- Plot twist com gente encrenqueira! Eu nem via o esquema chegando por quem planejou tudo. Sério.

- Shippar o casal principal! Ah, como eu adoro o clichê de "melhores-amigos-desde-sempre-se-tornam-amantes". 💕


Outra coisa que você precisa saber: Apesar do livro ser standalone (livro único), há participação de personagens de outros livros da Lauren. É muito divertido reconhecê-los. Afinal, Nova Iorque não é tão pequena assim!

Leia Big Rock e se prepare para rir! Fica a dica de onde começar nos livros da Lauren, que a Faro trará mais para o Brasil.













Sobre a autora:


Lauren Blakely é conhecida por seu estilo romance contemporâneo hot, doce e sexy. Ela vive na Califórnia com sua família e planeja seus livros enquanto passeia com seus cachorros. Com 14 bestsellers na lista do New York Times, seus títulos também estão na lista de mais vendidos no USA Today e Wall Street Journal mais de 8 vezes e ela vendeu mais que 2 milhões de livros.