05 junho 2017

[Resenha]: Tudo e Todas as coisas - Nicola Yoon

"Talvez não seja possível prever tudo, mas algumas coisas, sim. Por exemplo, vou me apaixonar por Olly. Isso é certo. E é quase certo que isso vai provocar um catástrofe."
Título: Tudo e Todas as coisas
Autor(a): Nicola Yoon
Páginas: 280 páginas
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Idioma: Português
Compre Amazon.
Sinopse: “A doença que eu tenho é rara e famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Não saio de casa. Não saí uma vez sequer em 17 anos. As únicas pessoas que eu vejo são minha mãe e minha enfermeira, Carla.
Então, um dia, um caminhão de mudança para na frente da casa ao lado. Eu olho pela janela e o vejo. Ele é alto, magro e está todo de preto: blusa, calça jeans, tênis e um gorro que cobre o cabelo. Ele percebe que eu estou olhando e me encara. Seu nome é Olly.
Talvez não seja possível prever tudo, mas algumas coisas, sim. Por exemplo, vou me apaixonar por Olly. Isso é certo. E é quase certo que isso vai provocar uma catástrofe.”
Oi gente! Vamos de resenha? Há de hoje é uma de estreia da parceria com a Editora Arqueiro, eu não tive dúvidas sobre qual livro solicitar. "Tudo e todas as coisas" estava na minha #TBR já a algum tempo e não conseguia encontrar em lugar algum. Bom aqui estamos nós, com o livro finalmente lido e com o coração cheio de amor! Aproveitem a resenha.

Você já se imaginou vivendo em uma bolha? Sem contato com mundo, com nada que vai além da sua casa, sem nunca ter amigos ou ter ido a escola? Pois é! Essa é a vida Madeline desde de sempre, nunca conheceu ninguém além da sua mãe, enfermeira ou alguns professores.

Maddy é uma menina sonhadora que adora ler, de vez em quando até posta umas resenhas na internet (com spoilers é claro). Mas na maior parte do tempo se sente muito solitária, sem uma companhia que não seja on-line, da sua mãe ou enfermeira. Ela tem uma rara doença a "Imunodeficiência combinada grave" ou a doença do "bebê que vive em uma bolha", essa é a sua realidade para o resto da vida.

Madeline quer conhecer o mundo além dos livros e além da sua bolha, quer se apaixonar, mas como fazer isso quando não pode nem sair de casa não é?! Quando um caminhão de mudança chega na casa ao lado, a sensação de desconforto se emprega em Maddy, ela não tem um bom histórico com vizinhos e bem lá no fundo sabe que essa experiência vai ser bem diferente. Principalmente quando um certo garoto misterioso vem junto com essa mudança (Um bad boy? Quem não ama"). 


Olly é um garoto como outro qualquer da sua idade, incompreendido. Porém com uma carga de drama que nenhum garoto de 17 deveria ter. Ele vê constantemente o seu pai ser abusivo com toda a  família, e uma das formas de "fugir" disso tudo é se fechar no seu mundo. Quando eles se mudam para uma nova cidade, uma pessoa chama a sua atenção, uma certa garota misteriosa e muito bonita.
Olly e a irmã tentam se enturmar com a vizinha mas a mãe de Madeleine os enxota da casa sem pensar duas vezes, não deixando que eles a conheçam. Mas que disse que isso vai impedir eles? Claro que não! Ele começam a se comunicar por mensagem de texto ou por e-mail. E acaba surgindo uma grande amizade e sintonia entre eles, e com o tempo um algo mais.

Porém o que mais cresce em Maddy é a vontade de conhecer o mundo e em um momento resolve deixar tudo para trás e ter pelo menos um dia de felicidade, fora de sua bolha. Aí você pode descobrir o que vai acontecer não é?!
"Ele encosta a testa na minha. Sinto seu hálito quente no nariz e nas bochechas. É levemente adocicado. Daquela doçura que faz a gente querer mais.
- É sempre assim? - pergunto, ainda sem fôlego.
- Não - responde ele. - Nunca é assim."
Agora vamos combinar o que foi aquele plot twist do final? Eu fiquei tipo o que?! Me senti vendo "Jimmy Bolha", sério kkk. Mas vamos combinar que não teria como ser um final diferente. E com um final surpreendente e igualmente arrebatador. Nicola consegue transmitir a leveza da sua escrita em uma linda história de amor! Agora vamos bater palmas para a autora que souber trabalhar muito bem a representatividade, com casais multi raciais sem medo algum de ser julgada (Alô Brittainy).

Agora vamos falar da coisa linda que está essa edição da Arqueiro? Com ilustrações feitas pelo próprio marido da Nicola, David Yoon transmite uma delicadeza em cada ilustração, sempre remetendo aos traços encontrados em " O pequeno príncipe" é uma coisa linda de ser ver.  


 A edição vem também com fotos exclusivas de cenas do filme. Sim! Esse livro maravilhoso vai virar filme e estreia em todo o Brasil dia 15 de junho, sim estarei lá! Pode ter certeza!




 Trailer:

 

E aí? Alguém já leu "Tudo e Todas as coisas"? Se sim, me conta aqui nos comentários o que achou, e se não comprou corre para comprar e depois me diz aqui ;) 
 " A vida é um dom. Não esqueça de vivê-la ..."