23 junho 2017

[Resenha]: Nove regras a ignorar antes de se apaixonar - Sarah MacLean


Título: Nove regras a ignorar antes de se apaixona
Autor (a): Sarah MacLean 
Capa comum: 384 páginas
Editora: Arqueiro; 
Ano: 2016
Idioma: Português
Compre Amazon.
Sinopse: A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres.E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato.Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres.Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.


Olá, leitores do Pausa para um capítulo! 

Me chamo Fernanda Karen e serei a anfitriã de vocês neste dia. Me apresentarei formalmente: sou colunista do blog Garota Pai D’Égua mas a partir de hoje farei uns bicos aqui no Pausa para um Capítulo para falar sobre um gênero que adoro: romance de época. (Bem pupila da Anne Magno, sim.) 

Venham comigo para conhecer este livro incrível! 



“Nove regras a ignorar antes de se apaixonar” é o livro um de uma trilogia chamada “Os números do amor” e vai contar a história de Calpúrnia Hartwell. Com este nome, sua silhueta mais cheinha e seus traços simples,Callie acha que o grupo das solteironas é o seu lugar. No entanto, Callie é muito inteligente e sagaz. Compreende que a sociedade em que vive força as mulheres a se portarem como damas perfeitas, enquanto os cavalheiros têm suas outras atividades escusas. 

Aos 28 anos de idade, e solteira, Callie cansou de ser o que esperam dela. Pensando nisso, ela elabora uma lista com 9 itens para cumprir que é completamente normal para cavalheiros mas seria a ruina para reputação de uma dama. O primeiro tópico desta lista é: “beijar alguém... apaixonadamente”. E porque não beijar o boy que ela tem crush desde os 18 anos? E QUE BOY, MINHAS QUERIDAS! 


Gabriel St. John é o marquês de Ralston e acabou de receber uma notícia que mudará toda a sua rotina: ele tem uma irmã. Isso significa que ela precisará ser apresentada a sociedade e será um desafio, pois foi concebida fora do casamento. Para o marquês de Ralston e seu irmão gêmeo, Nicholas, fazer Juliana ser aceita na alta-sociedade será o novo proposito de suas vidas. 

Então, após o susto, ele considerou um presente quando a SrtaCalpúrnia apareceu em uma noite em sua casa, desacompanhada, e lhe pediu para ser beijada. Ele nunca a tinha percebido antes, mas sua coragem e sua inocência misturada com a curiosidade despertaram nele um interesse genuíno em observar Callie. E dar o que ela quer, afinal, por que não? 
“Ele a fitou com um olhar franco e esperou que dissesse alguma coisa. Diante do seu silêncio, perguntou: - Algum problema?- N-não! – respondeu Caliie, um pouco alto demais. – De jeito nenhum, milorde. Quero dizer... obrigada. A respiração do marquês saiu como um riso.- Acho que a senhorita entendeu mal a experiência. – Ele fez uma pausa, vendo a incompreensão atrevessar o rosto dela. – Sabe, quando concordo em fazer uma coisa, faço-a sem reservas. Este não foi o beijoi que veio buscar, mocinha. (...)- Ora, bem, Foi bastante agradável. Acho que estou muito satisfeista pelo senhor ter cumprido a parte do acordo. (...)- Beijos não devem deixa-la satisfeita. (...) Eles devem deixa-lá querendo mais.”

Meus amores, esse livro é lindo, tesão, bonito e gostosão de várias formas. Não apenas pela história, que é divertida e muito bonita, mas pelo o desenvolvimento dos personagens, pelos ganchos que nos dá para outras histórias e, claro, minha superficialidade clama: as cenas calientes são calientes mesmo! 

Ri demais e fiquei encantada com a força de Callie em vencer os padrões que eram impostos naquela época. Opa, talvez não esteja tão longe da nossa própria realidade, né não? 
A nossa protagonista é uma personagem forte e cheia de vontade de viver, de ser livre. Então ela corre atrás dessa tal liberdade. Obvio que ela vai precisar contar com a ajuda de um certo cavalheiro que a enlouquece há anos; e ela terá seu apoio e muito mais, rssss. 


“Nove regras a ignorar antes de se apaixonar” é um livro encantador e delicioso de ser lido. Terminei em uma sentada (a vontade se quiserem ser libidinosos porque cabe) e agora estou ansiosa por mais. A Editora Arqueiro é uma querida por lançar tantos livros incríveis para nos aquecer o coração. Se estiverem no clima de um romance leve, divertido e cheio de amor para dar, saboreiem esse romance de época adorável. Satisfação garantida ou o dote de volta!