29 junho 2017

[Resenha]: A Conquista (Amores Improváveis #4) - Elle Kennedy

“Porque o amor é o objetivo final. Não que eu tinha me esforçado para obtê-lo, mas eu tive sorte o suficiente, tão maldita sorte, para alcançá-lo. ”
Título: A Conquista (Amores Improváveis #4)
Autor(a): Elle Kennedy
Editora: Paralela
Ano: 2017
Páginas: 336
Compre Amazon.

Sinopse: De todos os jogadores de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha com uma vida tranquila: esposa, filhos e, quem sabe, um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil. Um acontecimento inesperado vai colocar a vida desses jovens de cabeça para baixo. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas — e que o amor é a maior conquista de todas. 


Oi gente! Não tem como eu chegar nesse livro e não agradecer Elle Kennedy por essa série MARAVILHOSA! Sério, quando eu penso que ela não pode me surpreender com mais um livro, aí eu vou e leio o próximo e me apaixono de novo.

Eu terminei "O Jogo" simplesmente apaixonada pelo Dean e achava muito difícil outro mocinho dessa série me conquistar. Mas eu estava redondamente enganada, Quando cheguei em "A Conquista" eu conheci o Tucker e ele virou o meu favorito. Antes de começar de fato essa resenha tenho que dar um alerta para vocês, vai ter muito Spoiler! Se você não leu "O Acordo", "O Erro" e o "O Jogo", essa resenha não é para você. Por isso vai ler os outros depois vem aqui surtar comigo sobre esse livro maravilhoso!


Nós temos um breve vislumbre do que vem em "A conquista" no final de "O jogo" quando Tucker solta a bomba de que vai ser pai, porém ninguém desconfia quem vai ser a mãe. Aí conhecemos Sabrina James, ela é bem casca grossa e ao mesmo tempo dedicada e batalhadora. Sabrina foi abandonada pela mãe e vive com o padrasto e a avó (que são um casal) e vivem para criticá-la em tudo. Por isso ela se esforça ao máximo para garantir um bom rendimento nos estudos e dois empregos. Porém quando ela apenas quer espairecer e ter mais uma noite de sexo casual, John Tucker aparece e ele deixa a sua vida de pernas pro ar. 
Sabrina James não está acostumada a ser amada. Às vezes me pergunto se ela sequer sabe amar alguém de volta.
Tucker mora na mesma república que Garret, Logam e Dean, porém diferente dos amigos ele só quer se formar e voltar para sua terra natal, motar um negócio e dar uma vida tranquila para mãe. Um certo dia resolve sair para tomar uma cerveja com os amigos, ele escuta Dean falando sobre Sabrina da pior forma possível. Só que a tenção sexual e o desejo entre eles fala mais alto, e eles acabam nem saindo do carro.
Ai, minha nossa. Sexo com Tucker é mais safado e sensual do que imaginei. Não achei que seria assim, mas os quietinhos costumam ter essa fama, certo?

Ambos vão ver a vida mudar quando Sabrina descobre que está grávida (Spoiler?! + ou -), e vão precisar tomar uma decisão radical sobre tudo. Ela quer ir para Harvard e ser uma Advogada de sucesso e ele quer voltar para a sua cidade e abrir um negócio. Mas a autora conseguiu mostrar que juntos eles vão consegui passar por tudo e ver um amor surgir a partir de admiração mutua e confiança, e que ele vai ajudar a ultrapassar qualquer obstáculo.


Com uma narrativa bem mais madura que os primeiros livros, conseguimos ver a evolução da Sabrina e Tucker como um casal e como pais.  Vamos ver  principalmente como os outros personagens que estão muito presentes durante a história, vão está em um futuro pós universidade.


Elle fez uma serie surpreendente e super leve de se ler, apontando temas importantes de forma bem simples. Deixando o leitor com vontade de querer mais e uma baita ressaca literária. Mas a autora já avisou que vem Spin-of por aí, e vai ser do Fitzy o nosso jogador, nerd, sarado e cheio de tatuagens está chegando! Mas por enquanto não tem previsão de publicação, nem lá fora e nem no Brasil. E vocês o que acharam da série? Já leu tudo? quer ler? Me fala aqui no comentários. Até a próxima.












Sobre a autora: 











Elle Kennedy cresceu nos subúrbios de Toronto, Ontario, e é bacharel em Inglês pela Universidade de York. Desde cedo, ela sabia que queria ser uma escritora, e começou a perseguir ativamente esse sonho, quando ela era adolescente.