12 maio 2017

Sexta Geek: Mães de fandoms



Olá, jovens!

Aproveitando o dia das mães esse fim de semana, nessa sexta geek eu lhes trago uma lista com cinco mães em fandoms que eu admiro muito! De quadrinhos, a séries a filmes, as mães apresentadas aqui aguentaram muito, riram, suaram, choraram, mas estão / são / foram firmes e fortes pelas suas crias e por si.


Leia Organa, com linhagem meio dama e o vagabundo (Não vem defender o Anakin aqui não!), interpretada nos cinemas pela ótima Carrie Fisher (R.I.P.), foi apresentada em “O despertar da Força” como mãe do horrível Kylo-Ren. Sério. Tem que ter muita força para não pegar um sabre de luz e acabar com aquele mimado das galáxias!

Apesar de não termos imagens dos dois juntos, o fandom não desapontou e tem muitas fanarts deles, como essa fofa no canto esquerdo superior. Tomara que o passado tenha sido fofo como imaginado na fanart e o Chewbacca como babá, porque ô mulher para sofrer.
Já somos apresentadas a Alana nos quadrinhos de SAGA com ela em trabalho de parto. Alana é mãe de Hazel e esposa do Mirko (um amor proibido intergaláctico) e não poupa ninguém com a língua afiada e sempre armada para defender quem ama. 

Ela só quer mostrar o universo a sua filha (Me adota, moça!) e mantê-la segura. Ah, e claro, dar uns pegas no Mirko porque ô amor, hein! Em SAGA, se prepare o inesperado: uma nova espécie, um novo planeta, uma nova língua. Imperdível para os fãs de quadrinhos.



Eu não posso deixar de falar da Joyce Summers. A mulher aguentou ter a casa arrebentada sei lá quantas vezes pelo destino da filha (Buffy, a caça-campiros), sequestrada, ameaçada, teve a mente submetida à lavagem cerebral, mas sempre estava pronta para dar um colo à filha. Depois filhas, com a chegada de Dawn.

Uma das minhas personagens favoritas de uma das minhas séries favoritas. Joyce, me dê sua paciência com as crias.


Bulma, a primeira mulher que Goku conhece Drabon Ball (o mangá) e BFF do mesmo, ao seguir a trama. Não sei como ela não teve uns aneurismas durante as histórias porque ela estava cercada de gente (conta alien?) vida-lokas! Eu amava o anime e mangá, mas parei ambos nas fases Z. 

A Bulma é a cientista mais legal dos mangás (que eu conheça), adorava mudar os cabelos (parei de contar em 10 estilos diferentes) e encarava as aventuras que apareciam de mente aberta. Ao longo da história, se tornou esposa de Vegeta e mãe de Trunks, que adorava se meter em encrenca / aventura como a mãe.
Daenerys Targaryen, Rainha dos Ândalos dos Rhoinares e dos Primeiros Homens, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi, A Não-Queimada, Destruidora de correntes, Rainha de Meereen e mãe dos dragões.

Eu coloquei somente imagens da Emilia Clarke como a Daenerys porque se fosse falar dela nos livros, vamos ficar aqui por um bom tempo e porque, vamos ser sinceros, ô mulher linda.

A Daenerys perdeu o marido, perdeu o filho que carregava e só lhe restaram os três dragões, nada mal, mas não ache que é que nem ser mãe de um cachorrinho, os filhos dragões, Viserion, Rhaegal e Drogon, se tornam quase incontroláveis, mas amor de mãe supera tudo... Ou quase, não é, Drogon? Pare de chamuscar os súditos, amigo!

Foi de irmã usada como moeda, a Khaleesi e agora Rainha. Só os roteiristas da HBO saberão o que fazer no futuro da personagem já que o autor George R. R. Martin está nos enrolando em um novo livro sei lá há quantos anos.

Bem, é isso aí! Recapitulando os fandoms: Star Wars, Saga, Buffy, Dragon Ball e Game of Thrones. E vocês? Alguma mãe que lhe vem à mente nos quadrinhos, séries, livros ou cinema?

Até a próxima sexta geek.