16 maio 2017

Resenha: O garoto que eu abandonei - Raiza Varella

Título: O garoto que eu abandonei (trilogia encantados #3)
Autor (a): Raiza Varella
Ano: 2016 / Páginas: 450
Idioma: português 
Editora: Independente
Compre Amazon.
Sinopse:O que você perdoaria por amor?Em O Garoto que eu Abandonei vamos conhecer a história do último encantado dos irmãos Bittencourt. Gustavo mantinha uma namorada secreta a meses com medo da reação de sua família e principalmente de Bárbara, sua irmã caçula, afinal ele sabia que ela não aceitaria facilmente esse relacionamento por ter um passado com a mulher que ele acredita amar. Quando o segredo vem à tona ele decide se casar com a moça doa a que doer, lançando ao vento um desafio tentador a Bárbara: Afundar o casamento a qualquer custo, mesmo para que para isso ela precisasse colocar o seu felizes para sempre com um certo garoto dos olhos azuis em risco! A solução? Recorrer a uma misteriosa mulher do passado do irmão. Ela não sabe nada sobre a moça misteriosa, a não ser que ela partiu o coração de Gustavo em um milhão de pedacinhos depois o abandonou. Se ele a amou ao ponto de escondê-la de todos será que ficaria balançado se a visse novamente? Bárbara acredita que vale a pena tentar, afinal a ruiva com os olhos cinzentos e infelizes parece ser sua última e única opção. O que ela não imaginava é que a história dos dois é mais profunda do que se deixa transparecer.Marcela é morta por dentro. Uma detetive particular de humor ácido que não tem papas na língua, pesa mais do que gostaria, e guarda dentro do peito uma dor feroz e uma saudade absurda após perder toda a família em um acidente de carro, também é a Branca de Neve de um certo príncipe encantado. Será que ela será a arma certa para impedir o noivo de chegar ao altar?Em meio a encontros e desencontros, um passado secreto, muitas mentiras e uma maça envenenada poderá existir um final feliz?


Oi gente! Vamos de mais resenha? Como você deve ter visto, começamos na semana que vem uma semana especial para #TrilogiaEncantados em comemoração ao lançamento do "O garoto que eu abandonei" da Raiza Varella. O livro lança amanhã, porém o pausa já teve a oportunidade de ler o livro um pouco antes e posso te dizer, já temos o nosso favorito dos irmãos Bitencourt. 


Gustavo diferente de Augusto e Ian, nossos príncipes em O garoto dos olhos azuis e O garoto que tinha asas ele silenciosamente sonhava em ser o príncipe encantado de alguém, porém logo agora foi escolher como a sua irmã Barbara diz a vaca, piranha e cobra da Camila. Ela teve que intervir não é?! é claro que ela não ia deixar barato, no meio dessa confusão toda, ela vai trazer de volta para a vida do mala, a sua verdadeira princesa.

Marcela Cantagalo chegou para desbancar qualquer mocinha #GirlPower contemporânea que eu já li. Com uma humor ácido e ótimo de se ler, ela é totalmente fora dos esteriótipos, uma detetive particular que já viu sua vida desmoronar várias e várias vezes. Hoje não leva a vida tão á sério, seguindo sempre em frente (da maneira que pode), mas sempre um dia de cada vez.
Eu merecia a solidão, esse era o meu castigo.

Até que um certo dia a vida, destino ou você pode nomear como Barbara Vitorazzi coloca Marcela cara a cara com o seu passado, ou melhor com o garoto que ela abandonou. Fazendo que aquelas feridas, muitas já cicatrizadas voltem com força total, trazendo a tona muitas escolhas do seu passado, onde muitas das vezes teve consequências trágicas. 
"Eu sabia que não era ele, mas era parecido o suficiente para que me sentisse na defensiva. (...) o homem que voltava a invadir minha consciência sem a minha permissão era mais doce, sereno e encantador. Ambos eram lindos, olhos castanhos, cabelos negros, traços marcantes e postura refinada."

No ultimo livro da série, a Raiza nos apresenta a uma narrativa leve, muita das vezes cômica, porém ser perder a carga de drama que só ela sabe fazer. Você vai ter o vislumbre de todos os personagens que foram marcantes durante toda a série e é claro a vovó, que em um certo momento chega a desejar que não tivesse falado sobre os cavalos brancos e sim sobre mulas (melhor pessoa sempre!).

O garoto que eu abandonei não é uma daquelas histórias de amores instantâneos, e sim de amores de anos.Onde as vezes são quebrados mas que persistem mesmo escondidinhos lá no fundo do coração, por conta de toda a mágoa e sofrimento. Essa é uma história de um príncipe que amava uma princesa as escondidas, uma princesa que estava quebrada ou muita das vezes morta por dentro. É uma história de como o amor muitas vezes precisa de tempo certo para acontecer, precisa ser amadurecido para poder chegar ao felizes para sempre, com cavalo branco e tudo. 

Eu não sei se é possível se apaixonar duas vezes pela mesma pessoa, ou se nunca chegamos a esquecê-la, mas, naquele momento, não importava.Eu o amava.