04 abril 2017

Vamos falar de "13 Reasons Why"?


Oi gente! Vamos falar um pouco sobre "13 Reasons Why"? Sério nunca vi tanta gente se mobilizando para ver uma série, e isso é muito bom! Ela tem uma apelo tão importante, que precisa ser debatida e discutida sim! Eu passei um bons 3 dias tentando digerir tudo o que eu e li e vi sobre a série (livro) para tentar conseguir fazer a minha "Critica" ou "resenha", porém acho que não faria jus ao trabalho maravilhoso feito tanto pelo livro, quanto pela série. Por isso vou dar a minha impressão sobre tudo! Espero que gostem. ;)

O período da adolescência é um época tão conturbada e por muitos não levada a sério, que tanto livro quanto a série conseguiram mostrar de forma clara e real, todos esses conflitos  abusos que a maioria sofre nessa fase. E porque estatísticas mostram que a maioria dos casos de suicido no mundo são de adolescentes.


O que será que levou Hannah Baker (Katherine Langford) a chegar a esse estremo? A decidi por fim na sua própria vida de maneira tão trágica? Já li tanta coisa esses últimos dias, que sério! É por essas e outras que acontece as coisas que a série relata. Mas sim, quais seriam esses porquês? O poderia ter levado a isso? 

Hannah relata muito bem sobre o efeito cascata ou "Bola de neve", onde um fato pequeno que seja, já é um começo para um eminente fim. Principalmente sobre os sinais de que a pessoa que está sofrendo abusos e precisa de ajuda, está na nossa cara, mas ninguém percebe. E como adolescentes podem ser cruéis, acredite que quando eles querem, podem sim ser.




Você sente na pela a aflição do Clay Jensen (Dylan Minnete) escutando cada fita e sem saber realmente o que foi que fez para ser um dos porquês. Clay junto com Hannah são os nossos narradores principais, com ele tentando entender todo o mistério por trás do suicídio dela. E coitado, o bixinho surtou real! E essa foi uma das cenas épicas da série!

                                        

Agora vamos confessar que para muitos 13 Reasons Why não é muito agradável de se assistir, eu não tive estômago para ver a cena se suicício da Hannah (muito mais pesada do que a relatada pelo livro). Eles não tem medo de mostrar para o espectador cenas como essa e estupro, que aconteceu algumas vezes na série.

“Razões bobas” ou mesmo "Draminha adolescente" como ouvi de muita gente por aí, mostra como tudo pode se desdobrar em tragédia, mas como nós podemos quebrar tabus como cyberbullying, imagem corporal e sexting e principalmente um dos assuntos mais importantes debatidos da série, a falta de comunicação entre pais e filhos. Levando o filho a guardar todo os seus sentimentos e angustias e não procura ajuda.

Katherine e Dylan com Selena Gomes uma das produtoras da série
Se você me perguntar hoje se preferi o livro a série, sem dúvida vou responder a série. A pesar de ter amado os dois, a série e bem mais completa! Mostrando pontos de vistas que vão além de Clay e Hanna. Como o que influenciou na vidas dos outros porquês terem escutado as fitas, e como o suicídio impactou os pais dela.

Bom espero que tenham gostado. Não foi resenha e nem uma crítica, foi mais um bate-papo sobre muito coisa que estava entalada na garganta desde finalizei minha maratona de "13 Reasons Why". E finalizando a minha opnião kkk acho que vai ter segunda temporada sim! kkk 

Ps.: 
Só porque eu não sou de ferro, e a mão do ship chegou tremer na hora kkk um puco de #Hanclay ;)