14 março 2017

Leitura coletiva CONFESS: Primeiras impressões

Foto: Antes da Cinco
Oi gente tudo bem?! Hoje começa uma série de diários de leitura sobre o projeto "Leitura Coletiva: Confess", organizado por nós do Pausa, os blogs Garota pai d'égua, Jujuba com Pimenta e Sooda Blog. Que consiste na leitura de 6 capítulos por semana durante todo o mês de março, em comemoração ao lançamento da Série homônima ao livro.
Hoje vou falar um pouco sobre as primeiras impressões do livro, até foram lidos o prólogo + 6 capítulos ( ai vem a minha primeira confissão kkk, queria ler mais!), eu já posso adiantar que foi uma leitura arrebatadora.

Minha segunda confissão do dia ;) é que não é a primeira leitura que faço de Confess, mas posso te confirmar que está sendo muito diferente da primeira vez que eu li. Você consegue ver muito bem o padrão de leitura da Colleen logo no prólogo, com uma carga de drama bem alta, que faz você parar para recobrar o folego e te preparar para tudo o que vai acontecer nessa leitura.

Vai ser inevitável a comparação com a série que foi produzida recentimente e vai ser lançada nos EUA dia 04 de abril pela plataforma Go90, inclusive porque muitas características do livro vão está diferentes na série, mas é aquele dilema, nunca vai ser fiel ao livro não é?! Mas logo no primeiro capítulo nos deparamos com uma Auburn tentando se adaptar em uma cidade diferente e precisando desesperadamente de um segundo emprego. Lógico, que de cara não vamos descobrir o motivo, porque Colleen é Colleen. 

Mas também nos deparamos com um Owen desesperado por uma nova assistente, ai já viu onde as histórias vão se cruzar kkk. A química entre eles é instantânea, e como disse o Everton do Sooda, em uma certa dança pensamos que ia rolar um papai e mãe real ali kkk. Mas nem tudo são flores não é?! E ai que começa a se desenrolar tudo e mais um pouco. 

Mas alguns dos pontos positivos desse livro, é que ele é muito visual e descritivo, Auburn descreve muito bem Dallas, com seu clima seco e como isso a incomoda muito. Owen é artista plastico e as descrições das suas obras feita por ela, da muita vontade ver de perto e tocar, como ela mesmo faz várias vezes.

Algumas obras do Owen, citadas no livro. 

Não vou me aprofundar muito, aina vem muita história por ai! Então fique ligado no próximo post! ;)

      Trailer ;)