09 janeiro 2017

[Resenha] Carta de amor aos mortos - Ava Dellaira #TorneioMLV 1X6

"O universo é maior do que qualquer coisa que cabe na sua cabeça."
Título: Cartas de Amor aos Mortos
Título Original: Love Letters to the Dead
Livro Único.
Autora: Ava Dellaira
Editora: Seguinte
Páginas: 344
Ano: 2014
Sinopse: Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky.Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.



Oi gente! Se existe uma definição sobre como me sinto sobre esse livro é de "Porque não li ele antes?" Sério! foi preciso começar o torneio MLV para eu colocar ele na minha TBR e não me arrepender nem um pouco. Uma história que pegou de jeito, simples, cativante e simplesmente arrebatadora! Eu estava em meio de vários "Sprint até as 00:30, comecem as leituras!" kkk muita pressão  quando eu vi me apaixonei, chorei e me apeguei nessa narrativa maravilhosa!

Laurel acabou de perder a irmã e não sabe muito bem como lidar com as mudanças que vem acontecendo na sua vida. Nova escola, fazer novos amigos, um primeiro amor e principalmente a perda da pessoa que foi a mais importante da vida dela, a irmã. Mas como se lida com tudo isso? Como segui e frente quando traumas do seu passado vem assombrar uma garota de 15 anos? Nem ela sabe.

Gostaria que você me dissesse onde está e por que foi embora. Você era o músico favorito da minha irmã, May. Desde que ela morreu, tem sido difícil ser eu mesma, porque não sei exatamente quem eu sou.
Tudo começa com uma tarefa de casa, quando a professora pede para os seus alunos escreveram cartas para pessoas que não estão mais aqui. Laurel não queria escrever para irmã, então resolveu escrever para pessoas famosas que já se foram. Ela acaba usando as cartas como diário, e conta para eles como está lidando com tudo.
Tem coisas que não posso contar para ninguém além das pessoas que já não estão mais aqui.
O livro todo é escrito através das cartas, que foi uma maneira genial da autora, sem capítulos dividindo a narrativa, eu tive a sensação de que Laurel estava escrevendo para mim as cartas e não para o Kurt. Ele nos faz refletir muito sobre as nossas escolhas, que desde muito cedo, vai influenciar no nosso futuro.


Eu tive o prazer de conhecer a Ava quando ele veio no Brasil ano passado na Bienal e aqui em Belém, e posso dizer que pessoa maravilhosa! Atenciosa e muito carismática, e agora eu posso dizer que me arrependo de não ter lido ele antes!