14 novembro 2016

[Resenha]: Caçadora de Estrelas - Raíza Varella


"O título pouco importa porque tudo simplesmente se resume a amor. Um GRANDE amor, capaz de roubar o ar, o chão e o rumo de uma pessoa e que no final se transforma no brilho de uma felicidade plena, genuína e duradoura de se sentir finalmente completa."


Título: Caçadora de estrelas
Autora: Raíza Varella
Número de páginas: 378
Ano: 2016
Gênero: Drama 
Compre aqui: Amazon

Sinopse: Após flagrar o seu atual namorado com outro cara - não, você não leu errado - e constatar que o safado tinha um gosto para homens até melhor do que o seu, Eva se arrepende por ter abandonado a família, o gato, o emprego, os amigos e até e o país para segui-lo e decide que é hora de voltar para a casa, com o rabo entre as pernas, um mau humor feroz e sem um tostão no bolso. Mas ao contrário do que imaginou não é recebida com faixas e balões, muito menos com boas-vindas e sim com mais e mais azar - como se não bastasse todas as vezes em que foi traída, abandonada pelo circo ou roubada por alguma estrela errada -, seu irmão acabou com seu carro novo, seu pai se casou, ela ganhou duas quase irmãs indesejadas, seu melhor amigo roubou seu gato e ainda de quebra arrumou uma namorada.Embora a vida em casa não esteja como deixou, Eva é obrigada a seguir em frente e lidar com a situação como uma mulher adulta. O que em seu dicionário quer dizer se embebedar, distribuir socos e grosserias a quem quer que esteja ao seu alcance e recuperar seu gato - a qualquer custo -, nem que para isso precise roubá-lo de volta.O que desconhece é que o destino iria lhe preparar uma surpresa, lhe oferecendo algo que não poderia ter, um amor proibido. Será ela corajosa o suficiente para lidar com mais um coração partido, mesmo que seja pela estrela mais brilhante do céu?


       Resenha

 Oi gente! Hoje eu vim fazer a resenha mais sofrida que já fiz aqui no blog, eu simplesmente terminei esse livro a poucas horas atrás e sabe aquela sensação de que você precisa desabafar sobre com alguém imediatamente? Lógico que depois de quase as 02:00hrs da manhã de um segunda - feira desabafando com a Raíza (autora) pelo Facebook, ninguém melhor do que vocês para ouvirem o meu desabafo e relato emocionado sobre ele não é?! Então, vou logo me desculpando se tiver spoiler, porque vocês sabem que eu não resisto. 

 Em Caçadora conhecemos Eva, uma menina sonhadora que desde de pequena acredita que toda pessoa tem uma estrela (uma alma gêmea), e desde então busca arduamente por esse cara que vai fazer seu mundo virar. Mas nem sempre a busca por esse amor é fácil não é?! Sabe aquele velho ditado "aproveite os errados enquanto não acha o certo" eu acho que é assim kkk, mana! E quanto cara errado passou pela vida dela hein! Mas existia uma pessoa que toda vez que ela voltava com o coração em pedaços estava lá por ela sempre fazendo aquela pergunta "Precisa de mim aí?" (Jesus já estou chorando de novo kkk).

Ai nós conhecemos o personagem que se tornou amor da minha vida, desculpa Eva. Gabriel é o melhor amigo dela desde a sua primeira desilusão amorosa, aos 5 anos de idade (sim! Eva é precoce gente) quando o seu namoradinho do jardim de infância tomou dela o seu pirulito de morango, partindo assim o seu coração ( porque não se brinca comida perto de Eva Marinho!) e desde então são inseparáveis! 


Cada desilusão amorosa e foram muitas, Gabriel estava lá, pronto para socorrer, dá colo, um ombro amigo ou um Hambúrguer quando tentava despistar o namorado vegetariano kkk, porém chega um dia cansa não é, e teve um dia que ele cansou e deu um ultimato, "se você for eu não vou estar aqui esperando", e ela foi! Em busca mais uma vez da sua estrela, só que dessa vez em outro país, sem dizer Adeus. A desilusão mais um vez veio, só que 6 meses depois de abandonar tudo e seguir atrás de um cara até Londres. Ela simplesmente pega o namorado na cama com outro cara! Sim outro cara! Eva ficou puta nem tanto pela traição, mas pelo bom gosto do safado kkk.

Aí ela resolve voltar para casa, com o rabinho entre as pernas, sem um dinheiro no bolso e com a cara mais lavada do mundo. Esperando ter um comitê de boas vindas a sua espera, mas não é bem assim. Todo mundo seguiu a sua vida sem ela lá, quando eu falo todo mundo, é todo mundo mesmo! Seu pai se casou e nem teve o trabalho de avisar para ela, seu irmão pegou seu carro novinho e destruiu e o Gabs? ele também seguiu sua vida, arranjou uma namorada e ainda roubou o Cúpido! (gato da Eva), deixando bem claro que seguiram suas vidas sem ela por perto.


Gabriel além de melhor amigo dela, também é apaixonado por ela desde sempre! Não sei se aguentaria guardar esse amor para mim, e ver a pessoa que eu amo se magoando em relacionamentos errados por toda a vida, sem que ela percebesse quem está do seu lado. Aí chegamos a um ponto importante da história, vocês devem está se perguntando, "Carol de onde vem esse drama todo que você estava chorando pelo Twitter e Facebook esses dia? Essa história me parece mais Chick Lit!". Pois é assim que conhecemos uma autora Foda (desculpa a palavra), ela simplesmente nos engana, sim Raíza fui enganada! 

Você começa a ler pensando "à, é mais um romance em que a protagonista é pirada ao cubo, que não percebe que o melhor amigo é apaixonado por ela, ai do nada começa a se apaixonar por ele!", mais aí que ela te da um belo soco na cara, essa é uma história sobre Egoísmo, perdão e principalmente ALTRUISMO! Ate que ponto nós conseguimos fazer algo pela pessoa que amamos, sem pensar na gente primeiro, sem querer nada em troca. Esse livro fala também sobre trocas de papeis, sobre como temos que deixar de ser frágeis e mimadas e começarmos a mostrar o amadurecimento, o seguir em frente, o quanto precisamos ser fortes pela pessoa que foi que amamos. E principalmente sobre luto! 

Esse foi o livro mais visceral que eu li ultimamente, é uma história de Amor? Sim, mas uma história triste, que por diversas vezes tive que parar, respirar, limpar o rosto e voltar a leitura. Agora mesmo lembrando de tudo já estou chorando de novo! Se eu tinha alguma dúvida sobre o potencial da Raíza, foi totalmente sanada por esse livro! Definitivamente ela chegou no meu topo de autoras preferidas, onde com uma grande vantagem estava somente a Colleen Hoover, agora a Raíza Varella está, lado a lado com ela! 

Mas deixando um pouco de lado o emocional e falando sobre a estrutura do livro em si, é um livro em primeira pessoa, intercalando os capítulos sempre entre Eva e Gabriel, e as vezes aparecia um terceiro narrador que se torna muito importante na história (segurando aqui para não dar spoiler). Leitura fluida, escrita muito bem feita e livro muito bem editado! 

Bom gente espero que tenham gostado, desculpe qualquer parte exaltada nessa resenha, mas eu precisava desabafar kkk até a próxima.

"- Amar pode doer, eu sei, principalmente para um garota apaixonada por mim - sussurra no meu ouvido, fazendo com que eu engula o choro para escutá-lo. - Mas seu amor é a única coisa que ainda me mantém vivo, quando parece que o mundo está desabando no meus ombros. E eu quero agradecer por esse amor, Eva."








     Book Trailer