03 outubro 2015

Resenha: Priest - Sierra Simone



Autora: Sierra Simone
Gênero: Erótico
Páginas: 247


Sinopse: Existem muitas regras que um padre não pode quebrar.Um padre não pode casar. Um padre não pode abandonar seu rebanho. Um padre não pode esquecer seu Deus.Eu sempre fui bom em seguir regras.Até que ela surgiu.Meu nome é Tyler Anselm Bell. Eu tenho vinte e nove anos. Seis meses atrás eu quebrei o meu voto de celibato no altar da minha própria igreja, e Deus me ajude, eu faria novamente.Eu sou um padre e essa é a minha confissão.







Resenha:   O livro começa contando a história de Padre Bell, um homem religioso e dedicado a Deus que se tornou padre depois uma tragédia familiar. Sua vida era totalmente dedicada a igreja e aos seus paroquianos, mas tudo muda quando no confessionário de sua igreja entra uma mulher misteriosa para se confessar. Padre Bell percebe na alma dessa mulher muita tristeza, mas ao mesmo tempo aquela voz sedutora o faz ter pensamentos que a muito tempo ele não se permitia ter, porém antes que a pudesse ver, sua confidente se foi o deixando com seus pensamentos a todo tempo voltando aquela confissão.

"Pensei na minha misteriosa penitente durante todo o dia. Eu pensei sobre ela enquanto eu preparei meu sermão para a missa de domingo. Eu pensei sobre ela enquanto eu fazia o estudo da Bíblia dos homens e quando eu rezei minhas orações noturnas. Eu pensei sobre aquele vislumbre de cabelos escuros, aquela voz gutural. Algo sobre ela... o que era? Não é como se eu tivesse sido um cadáver desde que assumi o manto - eu ainda era muito um homem. Um homem que tinha gostado muito de foder antes de ter ouvido a chamada."


Poppy Danforth foi criada para ser uma moça da sociedade, recatada e fina. Mas ela não queria aquilo. Apesar de ser formada e ser rica, ela não se sentia bem naquele lugar, após uma desilusão com o namorado ela resolveu abandonar tudo e viver por conta própria. Com isso acabou indo trabalhar em um clube de stripper extremamente exclusivo, onde ela se viu despindo para homens importantes da sociedade e gostando daquilo. Ao mesmo tempo em que dançava se via cheia de luxúria e sozinha sem saber o que queria da vida. 
" Eu quero uma vida boa e eu quero paixão e romance. Mas eu fui levantada para ver um como um desperdício e o outro como de mau gosto, e não importa o quanto eu tente, não consigo parar de sentir como a ‘Poppy Danforth’ se tornou sinônimo de desperdício e desagrado, embora eu tenha feito tudo que eu posso para escapar desse sentimento..."

Diante de tal tentação, Padre Bell tenta ao máximo resistir, mas quando Poppy faz mais uma de suas confissões sobre suas aventuras sexuais ele vê que é impossível resistir a tentação e acaba cedendo ao desejo que tem por essa mulher. E o que antes era luxuria entre os dois aos poucos vai se tornando algo mais forte e ele se vê apaixonado por Poppy e sabe que uma hora terá que escolher entre ela ou a igreja o tira o fardo do pecado das suas costas.
" Tudo que eu podia fazer era respirar e provar dela, e então eu olhei para cima e vi o crucifixo na frente da igreja - um Deus pendurado e agonizando em sacrifício - e meu coração balançou. O que diabos eu estava fazendo? Qualquer um podia entrar, agora, entrar pela porta da frente, e ver seu sacerdote com uma mulher curvada sobre o piano, ajoelhado como se estivesse orando em sua buceta, ajoelhado e com o rosto enterrado na bunda dela."
Quando eu terminei esse livro eu pensei: "Tá calor aqui" (kkkkk), mas o fato é que esse livro é um dos melhores do gênero que eu li esse ano. Apesar do tema abordado que é um padre romper seus votos e ainda por cima fazer sexo dentro de uma igreja eu não me senti ofendida, mas sei que quando lançar aqui no Brasil vai dá o maior "burburinho". Gostei da escrita da Sierra Simone, amei o Tyler/Padre Bell amei a Poppy. Eu amei tudo nesse livro e até agora é um meus preferidos do ano e eu super recomendo.